terça-feira, 19 de setembro de 2017

Satélite Sino-Brasileiro CBERS-4A Deve Ser Lançado em 2019, Diz Executivo Chinês

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada dia (16/09) no site da “Agência Brasil” destacando que o Satélite Sino-Brasileiro CBERS-4A deverá ser lançado em 2019, segundo executivo chinês.

Duda Falcão

GERAL

Satélite Sino-Brasileiro CBERS-4A Deve Ser
Lançado em 2019, Diz Executivo Chinês

Ana Cristina Campos
Enviada especial da Agência Brasil*
Edição: Maria Claudia
16/09/2017 14h18

O satélite sino-brasileiro de recursos terrestres Cbers-4A deverá ser lançado em 2019 na China disse nesta semana, em Pequim, o vice-presidente executivo da China Great Wall Industry Corporation (CGWIC), Fu Zhiheng. A empresa estatal é responsável pelo serviço de lançamento do equipamento de sensoriamento remoto produzido em parceria pelo Brasil e o país asiático.

O sexto satélite do Programa CBERS (sigla em inglês para China-Brazil Earth Resources Satellite) está sendo desenvolvido em conjunto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e a China Academy of Space Technology (CAST).

Segundo o INPE, o Cbers-4A garantirá a continuidade do fornecimento de imagens para monitorar o meio ambiente por meio da verificação de desmatamentos e de desastres naturais, da expansão da agricultura e das cidades, entre outras aplicações. O CBERS-4 foi lançado em dezembro de 2014 e continua em operação.

O Programa CBERS começou em 1988 e permitiu a produção de um sistema completo de sensoriamento remoto (espacial e terrestre) para fornecimento de imagens a ambos os países. Para o executivo Fu Zhiheng, a parceria entre Brasil e China no CBERS representa uma cooperação de “êxito”.

Segundo o gerente-geral adjunto da Divisão das Américas da CGWIC, Chen Kai, o Brasil é um dos sócios mais importantes da China no setor aeroespacial ao lembrar que o primeiro satélite conjunto foi lançado em 1999. “O Programa CBERS se converteu em um projeto exemplar da cooperação Sul-Sul em termos de alta tecnologia e um dos pilares da parceria estratégica entre Brasil e China”.

Foram lançados com sucesso o CBERS-1 (1999), CBERS-2 (2003) e CBERS-2B (2007). O CBERS-3 teve uma falha ocorrida no lançamento em dezembro de 2013.

*A repórter viajou a convite do Centro de Imprensa China-América Latina e Caribe


Fonte: Site da Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário