sábado, 15 de julho de 2017

Em Portugal, Ministro Discute Participação do Brasil no Centro de Pesquisa dos Açores

Olá leitor!

Segue abaixo nota postada ontem (14/07) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), destacando que o Ministro Gilberto Kassab discutiu em Portugal a participação do Brasil no Centro de Pesquisa dos Açores.

Duda Falcão

NOTÍCIAS

Em Portugal, Ministro Discute Participação
do Brasil no Centro de Pesquisa dos Açores

Para Gilberto Kassab, centro de pesquisa vai impulsionar a cooperação entre Brasil,
União Europeia e África do Sul e intensificar o intercâmbio científico e o trabalho
conjunto de pesquisadores. Ministro cumpre agenda em Lisboa.

Por Ascom do MCTIC
Publicação: 14/07/2017 | 15:52
Última modificação: 14/07/2017 | 15:55

Crédito: Ascom/MCTIC
Grupo de trabalho que discute a criação do Centro
Internacional de Pesquisa dos Açores se reuniu no
Ministério da Ciência, Tecnologia e Educação
Superior de Portugal.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, participou nesta sexta-feira (14), em Lisboa, de reunião do grupo de trabalho que discute a criação do Centro Internacional de Pesquisa dos Açores (Air Center, na sigla em inglês). No encontro, realizado no Ministério da Ciência, Tecnologia e Educação Superior de Portugal, foi discutida a importância do Air Center para o fortalecimento da cooperação científica e tecnológica nas áreas de mudanças climáticas, espaço, oceanos e energia.

"O Air Center deverá impulsionar ainda mais a cooperação entre Brasil, União Europeia e África do Sul na esteira de nossos esforços aqui em Portugal para intensificar o intercâmbio científico e o trabalho conjunto de pesquisadores", disse o ministro.

Na quinta-feira, Kassab assinou a Declaração de Belém, documento que estabelece as diretrizes da parceria para pesquisa no Oceano Atlântico.

Visitas

Ainda nesta sexta-feira, Kassab visitou o centro de pesquisa e desenvolvimento das Redes Energéticas Nacionais – empresa do setor de energia e atual concessionária das duas principais redes de infraestrutura de energia do país –, e também a Autoridade Nacional de Comunicações, responsável pela regulação do setor em Portugal.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC)

Comentário: Bom leitor, pelo menos no que diz respeito à parte que envolve atividades espaciais deste centro planejado pelos Portugueses (caso seja mesmo uma iniciativa séria), a inclusão do Brasil neste projeto poderá atrapalhar e muito o desenvolvimento dessas atividades, já que basta olhar a situação interna de falta de compromisso do governo vivida pelo PEB para se chegar a esta conclusão. Melhor seria para os Portugueses deixar o Brasil fora desta iniciativa. Além do mais, os Portugueses terão de enfrentar os seus próprios problemas para instalação deste centro, pois parece já existir resistência por parte da comunidade residente no Arquipélago de Açores. Recentemente recebi um e-mail de uma residente da ilha de Santa Maria (não tenho autorização para citar o nome desta pessoa) bastante preocupada com os rumores da instalação desta base nesta ilha, pois segundo ela o local é uma reserva natural e vai impedir que as pessoas visitem os geosítios, casas típicas, erguidas com 500 anos, além de despojar pessoas da ilha, fora a preocupação natural com o impacto ambiental que poderá gerar em longo prazo. Portanto leitor, há ainda muito água para rolar embaixo desta ponte, e os Portugueses não deveriam está procurando mais sarnas para se coçar

Nenhum comentário:

Postar um comentário