terça-feira, 20 de junho de 2017

Histórico: Robô Chinês Plantará Primeiras Batatas da Lua em 2018

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (19/06) no site “Apollo11.com”, destacando que um Robô Chinês irá plantar Batatas na Lua em 2018.

Duda Falcão

Editoria: Espaço - Tecnologias

Histórico: Robô Chinês Plantará
Primeiras Batatas da Lua em 2018

Segunda-feira, 19 jun 2017 - 09h45

Cientistas chineses de 28 universidades tentarão no ano que vem dar início ao primeiro ecossistema biológico fora da Terra. Todo o processo será transmitido ao vivo e se tudo der certo poderemos ver nascerem as primeiras batatas lunares da história.

À esquerda vemos o container onde o experimento histórico será
realizado e à direita o mesmo experimento feito na Terra.

A China revelou seu audacioso plano esta semana, durante a Global Space Exploration Conference, que está sendo realizada em Pequim.

De acordo com o comunicado, o experimento será levado à Lua através da missão Chang’e 4 e consta principalmente de um pequeno container de 18x16 centímetros a ser cultivado a bordo do módulo que pousará na superfície da Lua em 2018.

A missão Chang’e 4 também conta com um pequeno veículo robótico móvel, similar ao rover Chang’e 3 que andou na Lua em 2013.

Ecossistema

Dentro do container haverá as chamadas batatas-sementes e também ovos de bicho da seda.
Enquanto as batatas e as sementes emitem oxigênio através da fotossíntese, os ovos irão se transformar em bichos da seda que podem produzir dióxido de carbono. "Juntos, eles podem estabelecer um ecossistema simples na Lua", disse Zhang Yuanxun, projetista-chefe do contêiner.

Como a temperatura na Lua varia dramaticamente entre -170 °C e 100 °C, o ecossistema será construído com diversas camadas de material isolante, com o objetivo de manter as plantas e insetos sob temperatura moderada. Também haverá luzes artificiais, alimentadas por baterias solares.

Experimento Inédito

Até hoje, nenhum país tentou algo semelhante. O mais próximo disso foram as semeaduras feitas pelos astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS).

Além disso, os chineses permitirão que qualquer um acompanhe o desenvolvimento do experimento, já que todos os procedimentos serão transmitidos ao vivo, durante 24 por dia.


Fonte: Site Apolo11 -  http://www.apolo11.com/

Comentário: Pois é leitor, isto só acontece em programas espaciais conduzidos com competência, planejamento, seriedade, dinamismo, comprometimento e principalmente com a colaboração de todos envolvidos ou interessados no setor (lembra-se da nota de ontem sobre a palestra do consultor da NASA na Campos Party em Brasília?), e não como ocorre no Brasil com essa Agencia de Brinquedo que só sabe vender fantasias e incompetencia. Aproveitando a oportunidade aviso que até quinta-feira é bom para essa agencia ter noticias e positivas sobre o projeto do CVT Espacial, se  não nomes e cabeças vão rolar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário