quinta-feira, 20 de abril de 2017

Embaixador da Alemanha visita Centro do INPE na Amazônia

Olá leitor!

Segue abaixo nota postada ontem (19/04) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), destacando que Embaixador da Alemanha visitou Centro do INPE na Amazônia.

Duda Falcão

Embaixador da Alemanha
Visita Centro do INPE na Amazônia

Quarta-feira, 19 de Abril de 2017

O Centro Regional da Amazônia (CRA) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em Belém (PA), recebeu nesta terça-feira (18/4) a visita do embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel.

O embaixador pretende iniciar cooperações nas áreas de ciência e tecnologia, para fomentar a atração de investimentos, estimular as exportações e importações, fortalecer parcerias comerciais com o Estado e incentivar a integração política, econômica e cultural.

Georg Witschel assumiu o cargo em setembro de 2016. Na visita ao CRA/INPE, destacou a intenção de fortalecer políticas de proteção e uso sustentável das florestas amazônicas, combate ao desmatamento e redução de gases do efeito estufa para o enfrentamento às mudanças climáticas.

"A cooperação alemã com o Brasil já proporcionou a vinda de consultores e instrutores ao INPE e hoje, conhecer o Centro Regional da Amazônia, diante da relevância de suas produções e avanço em geotecnologias para o monitoramento por satélite de florestas tropicais, tem feito parte do interesse e da agenda de representantes internacionais que estejam de passagem pelo Pará, ou, em alguns casos, ocorrendo exclusivamente para esta finalidade", ressaltou a chefe do CRA/INPE, Alessandra Gomes, ao recepcionar o embaixador alemão.

País comprometido com as metas da Convenção Quadro sobre Mudança do Clima das Nações Unidas, a Alemanha apoia os esforços do governo brasileiro no contexto da Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável. Nos biomas Amazônia, Mata Atlântica e Cerrado, a Alemanha contribui para a implementação dos compromissos internacionais através do fomento à proteção e ao uso sustentável das florestas tropicais. A cooperação presta consultoria na gestão sustentável de unidades de conservação e de terras indígenas que agem como "barreiras verdes contra o desmatamento".

A criação de tecnologias eficientes no combate ao desmatamento da Amazônia, e das florestas tropicais como um todo, é uma das missões do CRA/INPE. No Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, em Belém, as instalações do Instituto possuem infraestrutura inovadora para atender demandas atuais e futuras no âmbito das geotecnologias.

Georg Witschel conheceu o Projeto de Capacitação em Monitoramento de Florestas por Satélite (CAPACITREE), iniciativa do INPE que gera material didático e treina técnicos através de cursos nas modalidades presencial e online, para que se tornem aptos a operar metodologias de monitoramento e assim sejam capazes de reproduzir em seus países o sistema de monitoramento brasileiro. O Brasil é o único país do mundo a possuir um sistema deste consolidado.

Em seguida, o embaixador visitou a sala do Projeto TerraClass, que utiliza técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento para qualificar o desflorestamento em toda a Amazônia Legal, através de imagens de satélites do sistema PRODES, e já gerou dados sobre o uso da terra na região para os anos de 2004, 2008, 2010, 2012 e 2014. As informações obtidas pelo TerraClass correspondem a um avanço no conhecimento do uso e cobertura da terra na Amazônia. O trabalho é feito através de parceria do CRA/INPE com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) – unidades Amazônia Oriental (PA) e Informática Agropecuária (SP).

O embaixador da Alemanha no Brasil esteve acompanhado do cônsul Paul Steffen, do representante da Câmara de Indústria e Comércio Brasil-Alemanha, Thomas Timm, e do diretor da Germany Trade e Invest, Edwin Schuh.



Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário