quinta-feira, 20 de abril de 2017

Comandante Recebe Senador Pedro Chaves Para Debater Projetos Estratégicos de Defesa

Olá leitor!

Veja abaixo uma nota postada hoje (18/04) no site da Força Aérea Brasileira (FAB), destacando que o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, recebeu no dia 18/03 o Senador Pedro Chaves (PSC-MS) para falar sobre projetos estratégicos da Força Aérea Brasileira (FAB).

Duda Falcão

INSTITUCIONAL

Comandante Recebe Senador Pedro Chaves
Para Debater Projetos Estratégicos de Defesa

Parlamentar é membro titular da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional

Por Ten Gabrielli Dala Vechia
Fonte: Agência Força Aérea,
18/04/2017 - 10:45h


O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, recebeu, na manhã desta terça-feira (18/04), o Senador Pedro Chaves (PSC-MS) para falar sobre projetos estratégicos da Força Aérea Brasileira. Foram debatidos assuntos como navegação aérea, domínio do espaço, investigação de acidentes aéreos, integração nacional e desenvolvimento de aeronaves para reaparelhamento da Força.

Além de membro titular da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), o senador compõe a frente parlamentar que está trabalhando na atualização do Código Brasileiro de Aeronáutica. O parlamentar também trouxe, para conhecimento e apreciação do comandante, um projeto de decreto legislativo que será votado na comissão, provavelmente na próxima semana. O documento é relativo a uma parceria estratégica entre Brasil e Itália na área aeroespacial – que foi assinada em 2010 e está passando por ajustes.

Segundo o Senador Pedro Chaves, o objetivo da visita foi de estreitar laços e viabilizar melhor as demandas da Aeronáutica na comissão parlamentar de que faz parte. “Todos os pontos que discutimos aqui são importantes, mas creio que o fortalecimento da área espacial brasileira, por meio do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), é prioritário, pois é de grande impacto para o Brasil”, disse. A proposta é que sejam realizadas audiências públicas para debater o assunto com a sociedade.


Além do PESE, o Tenente-Brigadeiro Rossato também ressaltou a importância do primeiro satélite brasileiro, Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que está prestes a ser lançado e irá servir tanto à área de defesa quanto à inclusão digital dos brasileiros. Na opinião do senador, o SGDC será "importantíssimo para o País". “Nós temos que mostrar a importância da área espacial para os senhores, parlamentares, e para a sociedade, pois é ela quem define se isso é prioridade para o País”, disse o Tenente-Brigadeiro Rossato.

O Comandante também ressaltou sobre o desenvolvimento dos vetores aéreos que vão compor a frota brasileira nos próximos anos – o caça Gripen NG e o cargueiro KC-390. O oficial-general destacou que cargueiro é essencial na missão de integrar o Brasil, inclusive dando apoio aos mais de 26 mil militares do Exército que atuam na segurança das fronteiras, principalmente na região Amazônica. “Esse avião deve render entre 1,5 a 2 bilhões de dólares em exportação, não é um projeto que nasce e morre no Brasil", avalia o Oficial-General.


Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB) - http://www.fab.mil.br

Comentário: Leitor infelizmente como cidadão brasileiro devo dizer que não há mais como acreditar na seriedade do COMAER, por mais que eu queira, realmente isto foi a gota d’água, um total desrespeito ao Povo Brasileiro. Receber esse ameboide incompetente semianalfabeto em questões tão sérias como os projetos estratégicos da FAB, é não só estimular tudo de ruim que ocorre dentro deste Fórum político de merda, bem como de uma irresponsabilidade com a segurança da nação sem precedentes, pelo menos que eu saiba. Esse senador de merda que sequer tem competência para exercer seu cargo, foi o mesmo que chamou dias atrás o Satélite Frankenstein Frances SGDC de (pasmem) “Ariade 5” (veja no vídeo abaixo). Leitor, esse ameboide é membro titular da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), compõe a frente parlamentar que está trabalhando na atualização do Código Brasileiro de Aeronáutica, além de ter sido escolhido pelo presidente desta comissão, Fernando Collor de Melo, para representar o Senado no lançamento deste satélite. Pois é, inacreditável, mas goste você ou não disso, é esse tipo de gente leitor que está sendo responsável por discutir acordos de alta tecnologia que envolve a nossa segurança e o futuro da nação. Será que o Comandante da Aeronáutica não esta ciente disto??? É difícil leitor de acreditar nessa possibilidade, e diante disto não há mais como acreditar na seriedade deste órgão de Defesa. Lamentável! Estamos ferrados. Aproveitamos para agradecer ao nosso leitor Jahyr de Jesus Brito pelo envio desta notícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário