quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Diretor do CEMADEN Vai ao Paraguai Auxiliar na Criação de Centro de Alertas de Desastres Naturais

Olá leitor!

Diário Oficial da União (DOU) do dia (24/01) publicou um curioso despacho do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), autorizando o diretor do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) a viajar para Assunção (Paraguai) agora na primeira quinzena de fevereiro a fim de realizar visita oficial e participar de reuniões bilaterais e conversas com as autoridades paraguaias, com o objetivo de auxiliar este país na constituição de um Centro de Alertas de Desastres Naturais semelhante ao centro brasileiro. Abaixo segue o despacho como publicado no DOU.

‘GABINETE DO MINISTRO

DESPACHO DO MINISTRO
Em 23 de janeiro de 2017

Afastamentos do País autorizado na forma do Decreto nº 1.387, de 07 de fevereiro de 1995:

OSVALDO LUIZ LEAL DE MORAES, Diretor do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - CEMADEN, para realizar visita oficial e participar de reuniões bilaterais e conversas com as autoridades paraguaias, com o objetivo de auxiliar na constituição de um Centro de Alertas de Desastres Naturais semelhante ao CEMADEN, em Assunção/Paraguai, de 07/02/2017 a 10/02/2017, trânsito incluído, com ônus limitado, conforme processo nº 01250.001178/2017-45.

GILBERTO KASSAB’

Ora leitor, parcerias com países sul-americanos e latino-americanos com o objetivo de ajudarmos no desenvolvimento deles através da nossa experiência adquirida nessa área, são realmente validas e precisam ser estimuladas, desde que feitas com idoneidade e competência.

O Brasil mesmo em crise política, econômica e moral continua tendo a economia mais forte da região, e assim temos a responsabilidade de ajudar a melhorar o desenvolvimento da mesma , pois só assim seremos uma região mais segura e menos influenciada por politicas de interesses dos chamados países do primeiro mundo e em especial dos EUA. Uma América Latina unida e comprometida com o seu desenvolvimento e os interesses de seus povos não se submeterá mais aos interesses de povos que só fazem nos prejudicar. Temos de aprender a lutar pelos nossos interesses, nossas raízes, nossas necessidades e para tanto o nosso povo precisa compreender a importância da CIDADANIA, passo fundamental e crucial para que um dia realmente sejam criadas nações de verdade na América Latina. Não precisamos de políticos esquerdista, direitistas, centristas, marcianos, venusianos, ou seja lá como você queira chamar esses vermes, verdadeiros populistas de merda e mercadores de ilusão que se aproveitam da ignorância de nossos povos sobre CIDADANIA, para assim se manterem por décadas no poder saqueando e destruindo o futuro de nossas sociedades.

Precisamos sim, de políticos e servidores cidadãos, gente comprometida com os povos que representam e não com os interesses nefastos de seus grupos, interesses esses que às vezes convergem com interesses estrangeiros dependendo da troca ou do valor da verdinha.

Duda Falcão


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) - Seção 2 - pág. 04 - 24/01/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário