sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

TV NBR Faz Reportagem Sobre O Programa SERPENS da AEB

Olá leitor!

O ano esta se acabando e com ele o sonho de um Brasil forte na área espacial, um ano inteiro onde muito pouco foi realizado e nem tudo saiu como se esperava, mas isto é conversa para um artigo que escreverei antes do final do ano.

Com a estimada ajuda de nosso leitor Jahyr Jesus Brito, ao qual aproveito para agradecer, trago agora para você duas reportagens que abordam um programa e um projeto em curso nas áreas espacial e astronômica muito interessante e que vale a pena conferir.

A primeira delas é uma reportagem do programa “Repórter NBR” da TV NBR (exibida em 21/12/2016) sobre a participação de estudantes universitários no programa “Sistema Espacial para Realização de Pesquisa e Experimentos com Nanossatélites (SERPENS)” de nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB), programa este que tem auxiliado o desenvolvimento de projetos de pequenos satélites ao redor do país e que em 2015 lançou ao espaço com sucesso o seu primeiro nanosat, o SENPENS-1, satélite este que passou seis meses no espaço.

A primeira parte da reportagem em questão mostra uma entrevista com o jovem Eng. Aeroespacial Pedro Luiz Kaled da Cás, que enquanto estudante na Universidade de Brasília (UnB) foi um dos 100 estudantes que trabalharam no projeto do SERPENS-1.

Vale lembrar que formado pela UnB (foi também um dos integrantes do grupo de 10 estudantes desta universidade que em 2012 fizeram Mestrado em Engenharia Aeroespacial na Universidade Dnipropetrovsk na Ucrânia), o jovem Pedro enquanto aluno desta universidade foi um dos pesquisadores envolvidos com o projeto de um motor híbrido de reentrada atmosférica para a futura (agora nem tanto) Plataforma SARA Orbital. Projeto este conduzido pelo Grupo de Propulsão Híbrida da UnB (Hybrid Propulsion Team), mas infelizmente não tenho informações de sua continuidade ou não (sobre isto veja aqui uma entrevista realizada em 2015 com o Prof.  Artur Bertoldi, do Curso de Engenharia Aeroespacial desta universidade) e hoje o jovem Pedro está atuando como Engenheiro da AEB.

Já a segunda parte da reportagem mostra uma entrevista com o atual Diretor de Satélites, Aplicações e Desenvolvimento da AEB, o Dr. Carlos Alberto Gurgel Veras, que faz um esclarecimento sobre o Programa SERPENS e suas implicações educacionais.

Vale lembrar para quem não sabe que o Dr. Gurgel enquanto professor da UnB foi o criador desse mesmo “Hybrid Propulsion Team” e das iniciativas desta universidade na área de propulsão Híbrida para foguetes. Desde que o mesmo assumiu este cargo na AEB, registro também a sua efetiva participação no importante projeto do Centro Vocacional Espacial (CVT-Espacial), projeto este em vias de ser finalizado no CLBI. Talvez leitor (se vivêssemos num universo de seriedade e comprometimento), seria um bom nome para assumir a presidência deste órgão inócuo e assim tentar construir uma verdadeira agencia espacial e não essa piada que é hoje.


Quanto à segunda matéria leitor, trata-se de uma interessante reportagem do programa “Repórter Brasil” da TV Brasil (exibida também em 21/12/2016) sobre uma iniciativa do Observatório da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) de desenvolver um projeto para despertar o interesse de futuros Astrônomos. Vale a pena conferir.


Duda Falcão

Nenhum comentário:

Postar um comentário