quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Foguete de Sondagem VSB-30 é Lançado e Falha em Atingir o Apogeu Esperado

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (07/12) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), informando que o foguete VSB-30 foi lançado no dia hoje do Centro de lançamento de Alcântara (CLA), porem a missão não ocorreu o previsto pois sua carga útil não atingiu a altura máxima (apogeu) esperada.

Duda Falcão

Foguete de Sondagem VSB-30 é Lançado
Com Oito Experimentos Científicos

Coordenação de Comunicação Social – CCS
07/12/2016


Os oito experimentos científicos e tecnológicos fomentados pela Agência Espacial Brasileira (AEB), por meio do Programa Microgravidade, foram lançados nesta quarta-feira (7.12), a bordo da carga útil MICROG2, pelo Veículo de Sondagem Brasileiro VSB-30. Após o lançamento as equipes de resgate recuperaram a carga útil e devolveram os experimentos aos pesquisadores responsáveis.

Apesar da conquista, a Operação Rio Verde não ocorreu conforme o previsto pois sua carga útil não atingiu a altura máxima (apogeu) esperada, por razões ainda desconhecidas e a serem avaliadas nos próximos 30 dias, conforme informações dos órgãos envolvidos na operação.

Segundo o coordenador dos oito experimentos, José Bezerra Pessoa Filho, esse fator não inviabiliza a operação, uma vez que dados de alguns experimentos são úteis para futuras pesquisas e o tempo de voo permitiu a operação adequada de alguns experimentos e do sequenciamento de voo.

“ Trabalharemos com empenho a fim de oferecer outra oportunidade para que esses experimentos sejam testados da melhor maneira possível e não atrapalhe a condução das pesquisas’’, afirmou o gerente do Programa Microgravidade da AEB, Carlos Eduardo Quintanilha Vaz de Oliveira.

A professora Kátia Castanho Scortecci, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), responsável pelo experimento da cana-de-açúcar explicou que o objetivo de sua pesquisa é compreender o efeito da microgravidade em plantas. “Queremos ver outros resultados moleculares como genes e proteínas em respostas a essas condições”. Ela diz ainda que seu maior sonho é realizar esse experimento em uma estação espacial, pois é uma área de ponta que pode auxiliar o homem a viver em outros planetas.

Assista o vídeo de  lançamento no link abaixo:




Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Pois é leitor, um foguete que nunca falhou, extremamente confiável, utilizado com frequência na Europa, falha aqui no Brasil em atingir o apogeu esperado, e tudo isso logo após uma missão anterior que terminou há um ano atrás com um acidente envolvendo a explosão do foguete VS-40M (Operação São Lourenço). Sabemos que nesta área acidentes e erros acontecem, mas isto está se tornando uma frequência, será coincidência ??? A situação do PEB está é cada vez mais desestimulante.

4 comentários:

  1. Sabotagem.

    Tem que ser muito ingênuo pra não perceber isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. afirmações extraordinárias exigem evidências extraordinárias.

      Excluir
  2. O pior que também embora eu não seja de acreditar em teorias conspiratórias, acredito que nosso programa espacial ou tem sido sabotado ou estamos realizando outros experimentos além dos noticiados e os resultados não sendo divulgados. Vale lembrar que são militares e há muito segredo tecnológico em jogo.

    ResponderExcluir
  3. "RocketScince" é sinonimo de complexidade, a falha de um lançamento em mais de 20 com sucesso esta dentro da média internacional. Foguetes falham, isso faz parte do processo infelizmente. No entanto a falha q parece ser perceptível no vídeo, deve estar ligada novamente a ejeção de garganta ou alguma falha no propelente, q gerou um empuxo consideravelmente menor, e impactou também na estabilidade do vôo, q por sua vez diminui ainda mais o apogeu. Dois grandes problemas podem ter dado origem a essa falha, a falta de um fornecedor nacional de grafites de alto desempenho e C/C, assim como o fechamento da fábrica de HTPB, que deixou o pessoal do IAE obrigado a importar ou montar pequenas plantas... A falha em sí pode acontecer, deve-se investigar e eliminar, mas tenham certeza que ela muito mais fora do IAE. Sabotagem em foguete de sondagem, na minha opnião, é delírio.

    ResponderExcluir