quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Ciência é a Nova Fronteira das Relações Entre Brasil e Portugal, diz Presidente Temer

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (01/11) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), destacando que segundo o Presidente TEMER, Ciência é a nova fronteira das relações entre Brasil e Portugal.

Duda Falcão

NOTÍCIAS

Ciência é a Nova Fronteira das Relações
Entre Brasil e Portugal, diz Presidente Temer

Acordos assinados em cerimônia no Palácio do Planalto nesta terça-feira (1º)
intensificam a cooperação entre os dois países e consolidam a participação
brasileira no Centro de Pesquisa Internacional dos Açores.

Por Ascom do MCTIC
Publicação: 01/11/2016 | 18:57
Última modificação: 01/11/2016 | 19:02

Crédito: Ascom/MCTIC
Os ministros Gilberto Kassab e Manuel Heitor assinam memorandos
para intensificar a cooperação bilateral em cerimônia no Palácio do Planalto.

Os ministros da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor, assinaram nesta terça-feira (1º), em cerimônia no Palácio do Planalto, memorandos para intensificar a cooperação bilateral. Os acordos incluem o Centro de Pesquisa Internacional dos Açores (AIR Center, na sigla em inglês), que terá a participação brasileira para impulsionar as pesquisas nas áreas espacial e marinha. A solenidade foi realizada no âmbito da Cimeira Brasil-Portugal com a participação do presidente Michel Temer e do primeiro-ministro de Portugal, Antônio Costa.

"Tratamos, naturalmente, de diversos temas da agenda bilateral. Cooperação em ciência e tecnologia, que foi objeto até de três acordos, que é a nova fronteira do nosso relacionamento bilateral", afirmou Temer.

Os acordos assinados entre os dois países preveem ainda o intercâmbio científico em física de partículas, astropartículas e cosmologia; o fortalecimento da cooperação em computação científica e nanociências por meio da parceria entre instituições de pesquisa; sistemas sustentáveis de energia e mobilidade, incluindo fontes de combustíveis e energias renováveis, redes inteligentes de energia e formas inovadoras de mobilidade urbana de baixa emissão de carbono; atividades de divulgação e popularização da ciência; cooperação em ciência aberta, ampliando o acesso a repositórios digitais brasileiros e portugueses; e a pesquisa em agricultura de precisão.

Além disso, os dois países se comprometeram em realizar a Semana de Ciência e Tecnologia, intercalada entre Brasil e Portugal, a partir de 2017. O objetivo é reforçar a ligação entre as comunidades científicas e tecnológicas.

Para o primeiro-ministro de Portugal, Antônio Costa, o patamar das relações com o Brasil é muito diferente de anos atrás. "Hoje falamos de cooperação técnica e científica do mais alto nível. O Brasil será parte do Centro de Pesquisa Internacional dos Açores. Em abril, nos reuniremos nos Açores e firmarmos acordos na área aeroespacial, atmosfera e oceanos, energias."


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC)

Comentário: Já diz o ditado: "quem procura, acha". Enfim....

Nenhum comentário:

Postar um comentário