sexta-feira, 9 de setembro de 2016

CEMADEN Conclui Instalação de Sensores Para Monitorar Áreas de Risco em 9 Municípios

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (08/09) no site do “Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC)” destacando que o Centro de Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), irá concluir na próxima semana a instalação de sensores para monitorar áreas de risco em 9 municípios brasileiros.

Duda Falcão

Notícias

CEMADEN Conclui Instalação de Sensores Para
Monitorar Áreas de Risco em 9 Municípios

Última cidade a receber os equipamentos é Angra dos Reis, na região serrana
do Rio de Janeiro. A ação faz parte do projeto de Monitoramento de
Morros para Prevenção de Riscos de Deslizamentos. Em nova etapa,
CEMADEN vai instalar plataformas de coleta de dados sobre a
quantidade de água acumulada no solo.

Por Ascom do MCTIC
Publicação: 08/09/2016 | 16:38
Última modificação: 08/09/2016 | 17:03

Crédito: Ascom/MCTIC
Prismas são instalados no alto dos morros e encostas de áreas de risco.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) conclui na próxima semana a instalação dos sensores geotécnicos que vão acompanhar, com precisão, a movimentação de terra em morros e encostas nas áreas com risco de deslizamentos em nove municípios do país. Uma equipe de pesquisadores estará em Angra dos Reis, na região serrana do Rio de Janeiro, para acompanhar o trabalho de instalação e configuração dos equipamentos em parceria com a Defesa Civil do município. A ação faz parte do projeto de Monitoramento de Morros para Prevenção de Riscos de Deslizamentos, desenvolvido pelo CEMADEN, que é vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Em Angra dos Reis, já foi instalada a Estação Total Robotizada (ETR), um sensor geotécnico que emite sinais infravermelhos que são refletidos nos prismas ou espelhos colocados nos morros e encostas. Um total de 100 prismas é instalado nas áreas de risco de cada município. Esse sistema permite a captação de até pequenas movimentações de terra nos morros. Os dados coletados pelos equipamentos são enviados, via internet, ao CEMADEN.

Os moradores das áreas de riscos de Angra dos Reis estão sendo informados sobre as instalações desses aparelhos próximos às casas. O CEMADEN esclarece que os prismas não causam qualquer interferência em outros equipamentos.

Parceria

O município de Angra dos Reis já tem parceria com o CEMADEN para prevenção de desastres naturais com 30 pluviômetros automáticos instalados em regiões vulneráveis, além de 16 pluviômetros semiautomáticos. Esses equipamentos têm a função de medir, em milímetros, a quantidade de chuva durante um determinado tempo e local.

Além de Angra dos Reis, os sensores geotécnicos já foram instalados nos municípios de Mauá e Santos (SP); Blumenau (SC); Nova Friburgo e Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro; Recife (PE); e Salvador (BA). Os técnicos do CEMADEN estão concluindo a instalação dos equipamentos em Teresópolis, também na região serrana do Rio.

Segunda Etapa

Além dos sensores e prismas, cada município vai receber mais um conjunto de equipamentos do CEMADEN composto por 15 plataformas de coleta de dados. Cada plataforma é integrada por um pluviômetro e seis sensores de umidade do solo, que coletam dados sobre a quantidade de água acumulada.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e Comunicações (MCTIC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário