segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Conferência Científica na Rússia Terá Sessão Especial Coordenada Pelo CEMADEN

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (19/08) no site do “Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN)”, destacando que Conferência Científica na Rússia terá sessão especial coordenada pelo CEMADEN.

Duda Falcão

Notícias

Conferência Científica na Rússia Terá
Sessão Especial Coordenada Pelo CEMADEN

Sessão Especial do BRICS para tratar sobre “Prevenção e Mitigação de
Desastres Naturais em Regiões Costeiras” será coordenada pelo CEMADEN,
durante a XXVI Conferência Conjunta de Regiões Costeiras “Gerenciamento
de Riscos nas Regiões Costeiras em um Mundo em Mudanças” -EMECS 11,
a ser realizada na Rússia, nos próximos dias 22 a 27 de agosto.

CEMADEN
19 de agosto de 2016


O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN)- do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações –  coordenará a Sessão Especial “ Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais em Regiões Costeiras”. Esta sessão e reuniões paralelas vão tratar sobre cooperação multilateral entre Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul  – países que integram o BRICS- na implementação de projetos multilaterais de pesquisa e do plano de trabalho de 2015-2018, na área de ciências, tecnologias e inovações.

abertura da Sessão Especial será feita pelo diretor do CEMADEN, Osvaldo Moraes, durante o EMECS 11 – Conferência Conjunta de Regiões Costeiras com o tema “Gerenciamento de Riscos nas Regiões Costeiras em um mundo em mudança”, a ser realizada em São Petersburgo, na Rússia, entre os dias 22 e 27 de agosto.

No acordo de cooperação entre os países do BRICS, firmado dia 18 de março de 2015, os termos aprovados estão inclusos em dois documentos: a Declaração de Brasília e o Memorando de Entendimento sobre a Cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação. Nesse acordo, o Brasil ficou responsável em coordenar o Plano de Trabalho, entre 2015-2018, por meio do CEMADEN/MCTIC, na área de “prevenção e mitigação de desastres naturais”, uma das cinco áreas prioritárias do acordo de cooperação multi-países.

“As experiências do Brasil no sistema de monitoramento e alertas, as questões de mapeamento de áreas de riscos, a prevenção, resposta e mitigação de desastres naturais – aliados ao suporte da ciência e tecnologia – são focos importantes nas discussões e intercâmbio entre os países do BRICS.” , afirma o diretor do CEMADEN, Osvaldo Moraes.  Explica que  – dentro do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais,  criado em 2012 –  as articulações interministeriais mudaram o panorama na área de gestão de desastres naturais do país.

“Temos a experiência que, para definir as áreas classificadas como prioritárias, deva prevalecer três condições básicas:  o mapeamento das áreas vulneráveis, o histórico das ocorrências de desastres naturais e a existência da estrutura das equipes que darão a resposta e assistência.”, destaca o diretor do CEMADEN.

Na programação da EMECS 11 – XXVI Conferência Conjunta de Regiões Costeiras “Gerenciamento de Riscos nas Regiões Costeiras em um Mundo em Mudanças” serão discutidas a situação atual das áreas prioritárias em cada um dos países BRICS,  considerando a posição geográfica e as diversas questões na prevenção e mitigação de desastres naturais. Também, serão abordadas as articulações entre esses países para o intercâmbio e desenvolvimento de produtos científicos e tecnológicos.


Fonte: Site do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário