segunda-feira, 4 de julho de 2016

Aos Gritos de "Golpista", Kassab é Escorraçado Pelos Cientistas no Evento da SBPC

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (04/07) no “Blog SindCT Espacial”, destacando que aos gritos de “Golpista”, o Ministro Kassab foi escorraçado por parte do que a nota chamou de cientistas, durante a abertura da reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no Sul da Bahia.

Duda Falcão

Aos Gritos de "Golpista", Kassab é Escorraçado Pelos Cientistas no Evento da SBPC

Mídia Ninja
3 de julho de 2016


Aos gritos de "golpista! golpista! golpista!", Gilberto Kassab (PSD), ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações do governo ilegítimo (MCTIC) de Michel Temer, foi escorraçado nesta noite (3/7/2016) pelos cientistas que participam da 68ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que se realiza na Universidade Federal do Sul da Bahia, em Porto Seguro. Esse encontro é um dos mais prestigiados eventos de pesquisadores brasileiros. E são, historicamente, um local de resistência ao arbítrio e de luta pela Democracia.



Fonte: Blog SindCT Espacial - http://sindctespacial.blogspot.com.br

Comentário: Pois é leitor, esta é mais uma clara demonstração cultural de como a nossa situação é gravíssima e que falta uma forte e efetiva direção na SBPC. Não quero aqui defender o ministro Kassab, longe disto, afinal o mesmo fez parte do governo desta debiloide que essa gente defende e esquece convenientemente deste detalhe. Leitor, foram eles que colocaram o Grupo do TEMER no poder, em outras palavras, tudo farinha do mesmo saco. O Blog BRAZILIAN SPACE não tem nada contra (muito pelo contrário) que verdadeiros cientistas fossem lá com gritos de ordem, mas sim em defesa da ciência, defendendo a volta do antigo MCTI, mais recursos humanos e financeiros, mais seriedade, leis adequadas, desburocratização do setor, resumindo, real compromisso do governo para com setor de C&T do país, e não defender um governo sabidamente desastroso para o país, e mesmo que não fosse, não é esta a questão e muito menos a função de um verdadeiro cientista. Fica até parecendo que foi uma ação encomendada para desestabilizar ainda mais a situação. Vergonhoso, onde estava a Dra. Helena Nader que da mesa do evento não exigiu a saída desta gente? São pôr essas e outras leitor que eu não acredito no Brasil como Nação. Vergonhoso. Triste.

2 comentários:

  1. Pra DESCONTAMINAR essa gente não vai ser fácil, mas assim que essa DEBILOIDE for afastada de vez , esses malucos devem recobrar o juízo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Justin!

      Acho muito difícil que essa gente recobre o juízo que você se referiu e isto por uma razão muito simples. Ou eles são coniventes com tudo que esta acontecendo, ou realmente acreditam na estupidez que estão fazendo. São ervas daninhas que deveriam ser eliminadas da sociedade e alguns deles inocentes (como alguns que enviaram comentários que eu não publiquei no Blog por serem ofensivos e que não contribuíam em nada) sob o comando dessas raposas sangue sugas que saqueiam a Nação. Como disse o tal do KASSAB não é flor que se cheire, pois representa o continuísmo de um sistema político montado para saquer a Nação e enganar o seu povo, e por isto aquele momento era de união de todos presentes em torno de cobrar deste verme e de seu governo apoio incondicional na busca por soluções dos problemas do setor, e não usar o encontro para protestar em favor de qualquer governo e principalmente em prol do talvez pior e mais corrupto governo da história deste país. Não era lugar para isto, lá era local para se discutir política cientifica e buscar soluções para seus problemas. Tinha sim que colocar esses verme do KASSAB contra a parede e cobrar com veemência por resultados, ai sim a comunidade científica brasileira estaria fazendo a sua parte. Quer reclamar do governo, exerça sua cidadania e vá para ruas e faça sua reclamação e não pongue nos eventos dos outros pra fazer isto.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir