quinta-feira, 28 de julho de 2016

A Passagem do Grupo WARR no Brasil em 2015 e seu Provável Retorno em 2016

Olá leitor!

De 18 a 21 de maio de 2015 simultaneamente a realização do “V Encontro de Gerentes de Projetos do Programa Uniespaço”, em Natal-RN, foi realizado com sucesso o “1º Astronautic Workshop Brazil-Germany”, evento este promovido pelo Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e pela Universidade Técnica de Munique (TUM), da Alemanha.

O resultado deste evento foi a realização da "Operação WARR" (saiba mais aqui), realizada que foi pelo “Grupo de Trabalho Científico Para Foguetes e Vôos Espaciais” (WARR) desta universidade alemã, operação esta que teve o objetivo de lançar do CLBI o foguete hibrido WARR-Ex 2.

Vale lembrar também leitor que, está foi à primeira missão universitária de lançamento de foguete realizada do CLBI, antes mesmo até da “Operação Beta” da COBRUF, e com um resultado bem diferente, já que, no caso alemão, o foguete voou com sucesso, quebrando a barreira do som, feito alcançado pela primeira vez por este grupo alemão (veja abaixo).

video
video
video
Vídeos do lançamento do Foguete WARR-EX2.

O Foguete WARR-EX2 na rampa de lançamento.
Alguns integrantes do Grupo WARR que
participaram da Missão no CLBI.

Pois então, acontece que descobrir agora a pouco que o Grupo WARR estará de volta ao Brasil em novembro para participar do “VI Fórum de Pesquisa e Inovação do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI)”, e pelo visto para lançar o seu mais novo foguete, ou seja, o foguete WARR-Ex2b, este pasmem, movido por um motor criogénico.

Segundo informações colhidas pelo Blog, vários testes desse motor criogênico já foram realizados (veja abaixo o sétimo deles realizado em 29/05/2016) e o Grupo WARR espera testa-lo em voo durante esta nova missão em novembro no Brasil.


Como já disse em nota anterior, tendo entre os seus temas a EDUCAÇÂO E O ESPAÇO, o “VI Fórum de Pesquisa e Inovação do CLBI” é uma ótima oportunidade para a OBA, a COBRUF (está já soube que participará) e também para a Associação Brasileira de Minifoguetes (ABmF) ou Brazilian Association of Rocketry (BAR) participarem com as suas presenças, e creio também (e ai eu me dirijo ao seu atual presidente) como associado que sou, a participação neste evento da Associação Aeroespacial Brasileira (AAB) seria de fundamental importância.

Duda Falcão

Nenhum comentário:

Postar um comentário