quinta-feira, 16 de junho de 2016

CRA Sedia Curso de Software Livre Promovido pelo IBAMA

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (16/06) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), destacando que o Centro Regional da Amazônia (CRA) do instituto sedia Curso de Software Livre promovido pelo IBAMA.

Duda Falcão

CRA Sedia Curso de Software Livre
Promovido pelo IBAMA

Quinta-feira, 16 de Junho de 2016

O Centro Regional da Amazônia (CRA) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em Belém (PA), sedia de 13 a 16 de junho o Curso de Introdução ao Geoprocessamento e Aplicativo Quantum GIS (QGIS).

O evento é promovido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), através de sua superintendência na capital paraense. São 23 participantes – do IBAMA, do CRA/INPE e também do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O curso atende a uma necessidade do Ibama para o treinamento de recursos humanos no uso do QGIS, que é um software livre aberto para toda comunidade científica. As pessoas podem utilizar, compartilhar e também desenvolver complementos para melhorar o programa.

"Esse treinamento visa complementar o atendimento às demandas de fiscalização do IBAMA, no processamento de imagens, de polígonos, para cálculos de área, elementos básicos para a criação de um mapa que vai subsidiar um alto de infração", informa a instrutora Izabel Pereira.

O CRA/INPE, além de monitorar a Amazônia brasileira por satélites, desenvolve cursos de capacitação para técnicos brasileiros e de outros países, qualificando profissionais com o que há de mais avançado na área de geotecnologias, a exemplo do software TerraAmazon, sistema desenvolvido pela Divisão de Processamento de Imagens (DPI/INPE) em parceria com a Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais (FUNCATE) e disponibilizado gratuitamente. O TerraAmazon é também um software livre, como o QGIS.


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário