quinta-feira, 19 de maio de 2016

Reitora Nair Portela e Ministério da Defesa Visitam o CLA e Discutem Implantação do ITA

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (18/05) no site da “Universidade Federal do Maranhão (UFMA)” destacando que a reitora desta universidade, Nair Portela,  esteve visitando o Centro de lançamento de Alcântara (CLA) ao lado do Ministério da Defesa e discutiram implantação de uma unidade do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) no Maranhão entre outros assuntos.

Duda Falcão

UFMA NOTÍCIAS

Reitora Nair Portela e Ministério da Defesa
Visitam o CLA e Discutem Implantação do ITA

Revisão: Débora Santos
Ascom da UFMA
18/05/2016 16:32
Última alteração em: 18/05/2016 17:14

ALCÂNTARA - A reitora Nair Portela e representantes do Ministério da Defesa visitaram, nesta terça-feira (17), o Centro de Lançamento de Alcântara com o objetivo de conhecer as instalações do CLA. O chefe da assessoria especial de planejamento do Ministério da Defesa, Ronaldo Carmona, considerou importante a presença de instituições aqui do Maranhão, por ser uma visita do Ministério da Defesa justamente para que houvesse uma maior interação entre o centro de lançamento, que é uma das principais unidades de ciências e tecnologia das Forças Armadas, com a sociedade maranhense, notadamente com a Universidade Federal do Maranhão.

“Fizemos uma visita ao comando da base de lançamentos e identificamos não apenas a potencialidade do programa espacial brasileiro, pois o progresso passou e atua no estado da arte, da ciência e da tecnologia em nível mundial e o Brasil é um dos poucos países no mundo que tem essa capacidade de ter o centro de lançamento como uma capacidade de fabricar e de começar a ter tecnologia para fabricar satélite e uma terceira capacidade chave que é a de ser um vetor de lançamento de satélites para o espaço. Então, é exatamente nisso que está concentrada hoje o desenvolvimento do progresso espacial brasileiro na construção de um veículo lançador de satélites que permita acender”, explicou Carmona.

Ele adiantou que esse ano ainda terão quatro campanhas de lançamento de artefatos lá do Centro de Alcântara. “Nós fomos então nos inteirar sobre esse assunto e realizar algumas conversações no sentido de aumentar a cooperação da UFMA com o CLA”, afirmou.

Com essa visita, a ideia é aproveitar o Centro de Lançamento de Alcântara para criar o polo científico e industrial em torno da indústria aeroespacial, no que resulta, para eles, a vinda de uma unidade do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) para São Luís e atração da indústria aeroespacial para se tornar um polo no complexo da cadeia produtiva dessa área, aproveitando a base de Alcântara.

Para a reitora Nair Portela, instalar um ITA, na UFMA, representará um grande feito para a educação do Estado e será possível com a parceria da base de lançamento e a Universidade, e juntos contribuir para avançar ainda mais com a educação do Maranhão. “A UFMA está sempre aberta a iniciativas importantes e inovadoras como essa, que buscam incentivar e fortalecer a educação do Estado”, comentou.



Fonte: Site da Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Comentário: Bom leitor, essa notícia é muito curiosa, mas será que resultará em algo concreto? Leitor, essa história de implantar um polo científico e industrial em torno da Base de Alcântara não é nova como possa parecer, na realidade é bastante antiga e atendia antigamente pelo nome de Complexo Espacial de Alcântara (CEA), e apesar de ter sido alocado vários recursos com esta finalidade, jamais saiu do papel. Quanto às quatro campanhas de lançamento para este ano citados nesta nota, a serem realizadas em Alcântara, uma delas é a tal “Operação Rio Verde” do Programa Microgravidade da AEB, prevista para outubro, e as outras três devem ser operações com foguetes de treinamento. Entretanto, possa ser que sabendo disso a reitora da UFMA tenha ido negociar o lançamento de algum experimento cientifico através desses foguetes de treinamento. Será? Quem sabe????

Nenhum comentário:

Postar um comentário