segunda-feira, 7 de março de 2016

São José dos Campos Recebe Missão Espacial Canadense

Olá leitor!

Saiba mais neste pequeno artigo publicado dia (04/03) no site “Defesanet.com” sobre a segunda Missão Espacial Canadense que esteve na semana passada em São José dos Campos-SP.

Duda Falcão

COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Tecnologia

São José dos Campos Recebe
Missão Espacial Canadense

Júlio Ottoboni
04 de Março, 2016 - 08:45 ( Brasília )


Chegou o momento de se quebrar o gelo de décadas de distanciamento, por causa das ações múltiplas na Organização Mundial do Comércio (OMC) entre a canadense Bombardier e a brasileira Embraer. Mais de cem representantes do setor aeroespacial do Brasil e do Canadá se reuniram nesta semana no Parque Tecnológico de São José dos Campos para participar da Missão Espacial Canadense.

Isso é  resultado de uma parceria entre o CECOMPI e o Consulado Geral do Canadá que visa identificar possibilidades de cooperação entre os dois países.

“Temos grande interesse no mercado brasileiro. É importante para nós ajudar as empresas canadenses a se estabelecerem aqui e também encontrar possibilidade de parceria para as empresas brasileiras no Canadá, especialmente no setor espacial, que é uma demanda interessante e crescente para nós. Com este evento, consolidamos o trabalho e abrimos novas oportunidades para empresas dos dois países”, afirmou o Cônsul Geral do Canadá, Louis-Pierre Emond.

Participaram do evento diversas empresas do Cluster Aeroespacial Brasileiro e instituições de ensino e pesquisa como o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), a AEB (Agência Espacial Brasileira) e o IEAv (Instituto de Estudos Avançados). Dentre os canadenses, participaram diversas empresas, a Agência Espacial Canadense, o Governo do Canadá e a Associação das Indústrias Aeroespaciais Canadenses.

José Damiani, assessor de planejamento estratégico e informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (SDECT) e professor do ITA, ressaltou a importância da cooperação internacional para o desenvolvimento da cadeia produtiva do setor, e defendeu a construção de pontes em pesquisa e desenvolvimento (P&D) entre o Brasil e o Canadá.

“Os programas canadenses de incentivo à pesquisa e desenvolvimento industrial certamente contribuirão para gerar oportunidades de cooperação com o setor aeroespacial brasileiro, cujo polo está aqui mesmo, em São José dos Campos. Da mesma forma, o intercâmbio acadêmico de alunos e pesquisadores entre Brasil e Canadá permitirá ampliar bases de conhecimento que serão compartilhadas por canadenses e brasileiros”, afirmou.

“Queremos construir pontes para alavancar projetos de pesquisa e desenvolvimento entre as empresas dos dois países, e que juntas elas possam conquistar não apenas estes dois mercados, mas outros pelo mundo”, concordou Alex Krell, diretor comercial do Consulado do Canadá.

Esta é a segunda vez que a Missão vem a São José. A primeira foi em 2014, também por meio de uma parceria entre o Consulado Canadense no Brasil, o CECOMPI e o Parque Tecnológico.

Emond ressaltou que a primeira missão rendeu grandes parcerias. “Apesar de serem acordos sigilosos, podemos garantir que estão sendo muito proveitosos para os dois lados”, concluiu o cônsul.



Comentário: Bom leitor, o que o Cônsul canadense Louis-Pierre Emond diz sobre a primeira missão ter rendido grandes parcerias, apesar destes acordos serem sigilosos, mas estarem sendo muito proveitosos para os dois lados é realmente bastante intrigante. Quais seriam esses acordos leitor? Estariam eles envolvendo desenvolvimento tecnológico na área de satélites de forma conjunta e em bases igualitárias? Algo relacionado à tecnologia de Radar SAR que possa ser empregada em um satélite, por exemplo? Não tenho conhecimento nenhum sobre isto, e sinceramente espero que essa gente não tenha metido os pés pelas mãos beneficiando os canadenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário