segunda-feira, 21 de março de 2016

FINEP Aprova R$ 4 Milhões Para CENIC de Subvenção Econômica

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada dia (16/03) no site oficial da “Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)” destacando de FINEP aprovou R$ 4 milhões para CENIC de Subvenção Econômica.

Duda Falcão

Notícias

FINEP Aprova R$ 4 Milhões Para
CENIC de Subvenção Econômica

Publicado em 16 Março 2016


A CENIC, uma das responsáveis por equipar o satélite geoestacionário brasileiro de defesa e comunicações estratégicas, teve aprovado R$ 4 milhões em Subvenção Econômica a partir de edital que envolveu a FINEP e a Agência Espacial Brasileira (AEB).

Além da CENIC, Fibraforte, Orbital Engenharia, Equatorial Sistemas AEL Sistemas, dentre outras, também foram empresas selecionadas. O edital previa ao todo a aplicação de R$ 53 milhões em recursos não reembolsáveis.

Satélite Geoestacionário

A iniciativa começou no fim de 2013 e envolveu os ministérios das Comunicações, da Defesa e da Ciência, Tecnologia e Inovação, além da própria FINEP, que apoiou o projeto com R$ 240 milhões. O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) brasileiro é um projeto em construção em Cannes, na França, fabricado pela Thales Alenia Space (TAS).

Supervisionado pela Visiona Tecnologia Espacial, em parceria com a Embraer e Telebras, o equipamento pesa 5,8 toneladas e vai garantir conexão com a internet mesmo nos municípios mais distantes do país, ampliando o acesso Banda Larga. Além de permitir cobrir áreas isoladas com internet, ele deve garantir mais segurança às comunicações estratégicas do governo federal, reforçando a rede terrestre de autarquia, atualmente com 28 mil km de extensão e presente em todas as regiões brasileiras.

O satélite, que custou R$ 2,2 bilhões ao todo, passará por um período de ajustes e testes e começará sua operação em definitivo no início de 2017. Ele ficará posicionado a uma distância de mais de 35 mil quilômetros da superfície da Terra.


Fonte: Site da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)

Comentário: Como já disse este projeto do SGDC é um tremendo desastre econômico e tecnológico para o Brasil, não só por não acrescentar nada de positivo, bem como por colocar a nossa Defesa irresponsavelmente em risco, na medida em que mistura ações de interesse civil com ações de Defesa num mesmo satélite e sem qualquer controle tecnológico, e tudo isto motivado por questões de interesse político destes populistas de merda, e quem sabe até por motivos não tão nobres, nada difícil se levarmos em conta a índole desses vermes. Outra coisa que se deve notar é que diferentemente do que estes energúmenos dizem através da mídia, todo este processo sequer deveria ser considerado como parte integrante do Programa Espacial Brasileiro (PEB), afinal como disse anteriormente não há o menor envolvimento brasileiro no desenvolvimento deste satélite (a única peça desenvolvida por brasileiros, pela empresa CENIC, foi um pequeno painel estrutural de baixo teor tecnológico e que poderia ser adquirido no mercado internacional com um valor bem mais em conta, na verdade uma especie de cala boca) e sendo assim não poderia ser parte integrante das atividades do PEB, mas como o mesmo vem sendo apequenado há mais de uma década por estes vermes petistas (gente o PEB tem 55 anos de idade e a nossa Agencia Espacial tem como carro-chefe projetos de cubesats) eles se aproveitam de qualquer oportunidade para fazer valer as suas fantasias. Todos esses vagabundos deveriam estar enfrentando um paredão de fuzilamento e suas famílias convidadas a se retirarem do país por bem ou por mal, mas enfim... infelizmente não é isto que vai acontecer, mesmo que o PT caia do seu pedestal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário