quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Avistados Dois Grandes Objetos na Borda do Sistema Solar

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (17/12) no site “Inovação Tecnológica” destacando que foram avistados dois grandes objetos na borda do Sistema Solar.

Duda Falcão

ESPAÇO

Avistados Dois Grandes Objetos
na Borda do Sistema Solar

Redação do Site Inovação Tecnológica
17/12/2015

Este objeto foi localizado perto de Alfa Centauro.
[Imagem: R. Liseau et al.]

Planeta X?

Astrônomos podem ter encontrado os primeiros indícios de um hipotético e lendário Planeta X, que se acredita existir nos confins do Sistema Solar.

A NASA vem tentando encontrar o Planeta X há algum tempo, mas o ânimo entre os astrônomos aumentou depois que a possibilidade da existência de mais dois planetas gigantes bem para lá de Plutão foi demonstrada em meados do ano passado.

Agora, duas equipes, trabalhando independentemente, anunciaram observações que podem indicar a existência de dois grandes corpos celestes ainda desconhecidos.

Os dados ainda precisarão ser confirmados, mas o anúncio já fez toda a comunidade astronômica dirigir seus telescópios para as regiões indicadas.


Estrela

René Liseau e seus colegas das universidades Chalmers (Suécia) e do Instituto Nacional de Astrofísica (México), usaram dados do telescópio ALMA, no Chile, para encontrar um objeto perto da estrela Alfa Centauro.

"Nós excluímos que a fonte seja um membro subestelar do sistema Alfa Centauro, mas argumentamos que ele seja ou um objeto transnetuniano extremo, ou uma super-Terra ou uma anã marrom muito fria na zona externa do Sistema Solar," escreve a equipe.

A hipótese de uma estrela é tentadora, uma vez que cerca de metade dos sistemas conhecidos são compostos de estrelas binárias - e não solitárias, como até hoje acreditamos que nosso Sol seja.

Este é Gna, um corpo celeste muito rápido.
[Imagem: W. H. T. Vlemmings et al.]

Gna

Wouter Vlemmings e colegas das universidades de Chalmers e Uppsala (Suécia) também usaram dados do ALMA para encontrar um outro objeto próximo à constelação da Águia.

Eles afirmam que pode ser uma "fonte contínua desconhecida de luz, ou uma única fonte de luz movendo-se rapidamente", mas concluem que a explicação mais provável é que seja um único objeto muito veloz.

Por isso a equipe batizou o corpo celeste de Gna, em homenagem a um deus nórdico conhecido por sua velocidade.

Alma

Agora é esperar que novas observações possam caracterizar melhor os dois corpos celestes.

Para isso, o próprio telescópio ALMA será crucial, uma vez que ele não tem rivais na capacidade de busca por corpos celestes de luminosidade tão baixa quanto a desses prováveis moradores das cercanias do Sistema Solar.

Bibliografia:

A new submm source within a few arcseconds of a Centauri: ALMA discovers the most distant object of the solar system
R. Liseau, W. Vlemmings, E. O Gorman, E. Bertone, M. Chavez, V. De la Luz
arXiv

The serendipitous discovery of a possible new solar system object with ALMA
W. Vlemmings, S. Ramstedt, M. Maercker, B. Davidsson
arXiv


Fonte: Site Inovação Tecnológica - http://www.inovacaotecnologica.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário