terça-feira, 17 de novembro de 2015

Projeto SARA Continua, Afirma Diretor de Ciência e Tecnologia Aeroespacial

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota publicada hoje (17/11) no site da Força Aérea Brasileira (FAB), destacando que o segundo o Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Alvani Adão da Silva, o Projeto SARA continuará.

Duda Falcão

ESPAÇO

Projeto SARA Continua, Afirma Diretor
de Ciência e Tecnologia Aeroespacial

Satélite de Reentrada Atmosférica viabilizará experimentos
científicos e tecnológicos em ambiente de microgravidade

CECOMSAER
Publicado: 17/11/2015 - 09:59h


Uma explosão no motor, ocorrida no momento da ignição, destruiu o foguete VS-40M, na tarde de sexta-feira (13/11), durante a Operação São Lourenço, no Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão. A Operação, que teve início no dia 22 de outubro, contou com a participação de cerca de 300 profissionais e tinha por objetivo testar o Satélite de Reentrada Atmosférica (SARA). Todos os procedimentos de segurança haviam sido adotados. Ninguém se feriu.

De acordo com o Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Alvani Adão da Silva, o Projeto SARA tem o potencial de viabilizar experimentos em ambiente de microgravidade, contribuindo para ganhos de qualidade da indústria nacional e para o desenvolvimento do País em importantes áreas do conhecimento, tais como processos biológicos, produção de fármacos e materiais especiais, e “deverá ser retomado o mais rapidamente possível”.


O Veículo VS-40M e a Plataforma SARA foram desenvolvidos pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) e fabricados pela indústria nacional. O conjunto, veículo e plataforma, mede 9,1 metros e pesa 6,7 toneladas. O SARA atingiria cerca de 200 quilômetros de altitude, em quatro minutos, e cairia em área marítima interditada. Ele transportava dois experimentos: um Sistema de Medidas Inerciais e um GPS de aplicação espacial. Esse seria o primeiro voo suborbital do SARA, de um total de quatro planejados para o projeto.

Uma comissão de investigação foi imediatamente designada para analisar as possíveis causas da ocorrência e apontar as medidas preventivas e corretivas que se fizerem necessárias.


Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB) - http://www.fab.mil.br

Comentário: Bom leitor, já estava para escrever uma nota cobrando um esclarecimento da FAB sobre o que realmente aconteceu em Alcântara, afinal era o mínimo que a Força Aérea poderia fazer para trazer a tona o ocorrido. Veja bem leitor, não me refiro ao que provocou o acidente (isto haverá ainda de ser investigado e certamente nem toda verdade poderá ser divulgada, coisa que eu entendo e não discordo), e sim como aconteceu o acidente. Perguntas como: O Foguete explodiu mesmo? A explosão ocorreu no lançamento, ou antes do lançamento, isto é, teria ocorrido durante a contagem regressiva? Foi provocada por um acendimento intempestivo do motor-foguete do VS-40M? Houve no acidente a perda dos protótipos do GPS Espacial, do SISMI e do SARA? Enfim, são questionamentos que independem da avaliação do que provocou o acidente e que precisam ser divulgados com clareza para a sociedade brasileira que acompanhava com grande interesse a conclusão desta missão. Bom leitor, mas a verdade que apesar de esperarmos tanto tempo por uma resposta sem necessidade, a mesma continua confusa e incompleta, demonstrando em nossa opinião (não sou de ficar em cima do muro como muita gente que conheço) a incapacidade e o despreparo do DCTA em lidar com esta situação, o que é lamentável. Eu até entendo a discrição e o cuidado que o DCTA tentou conduzir a realização desta missão desde o seu inicio, e concordo que a avaliação do que motivou o acidente não seja divulgada completamente devido ao que está em jogo e a estupidez reinante na condução das atividades e das relações espaciais e de inteligência com outras nações sob comando desta demente desmiolada e de sua trupe de lesa pátria, porém contar como ocorreu o acidente não colabora em nada para piorar uma situação já péssima, mas colabora e muito para melhorar a credibilidade da FAB nas questões espaciais perante a Sociedade. Não esqueçam de que quem paga o programa é a Sociedade e a ela vocês devem uma explicação. Agora vamos falar sério Tenente-Brigadeiro do Ar Alvani Adão da Silva, caso o protótipo do SARA tenha sido destruído na suposta explosão do foguete, o senhor sabe, eu sei, e quem está envolvido com o Programa SARA também sabe que, construir um novo protótipo é um sonho distante e bastante improvável na atual conjuntura política e econômica do país. Prevê-lo para ser lançado em uma ano (um atraso até razoável), por exemplo, não seria possível devido o tempo necessário para construção e testes do protótipo e de seus subsistemas, bem como o tempo gasto com o lançamento do edital no DOU, contratação da ou das empresas escolhidas, e todos os processos burocráticos relativos a estúpida Lei Nº 8666, fora é claro a má vontade do desgoverno da demente petista. Se antes não havia a menor probabilidade de continuidade do projeto, mesmo que o SARA fosse bem sucedido, agora então as forças contrarias terão ainda mais subsídios para justificar o fim do mesmo. Quer mudar isto? Cobre então do seu Comandante que ele tenha bolas e bata na mesa exigindo desta desmiolada a conclusão da missão. Até por que o senhor sabe e eu acredito também saber (talvez não completamente) o que está em jogo. Leitor, aguarde em breve o relatório da missão.

2 comentários:

  1. Uma explosão no motor, ocorrida no momento da ignição, destruiu o foguete VS-40M, na tarde de sexta-feira (13/11)

    ===---> explosão no motor, no momento da ignição, destruiu o foguete VS-40M

    ===----> quanta simplicidade ao Explicar tudo ocorrido , uma única frase detalhou tudo , impressionante.

    ===----> nenhuma foto se quer , nada de concreto , além de F U M A Ç A, a Nação Brasileira é Cega e Retardada para acreditar nessa desculpa simples!.

    ===---> por quê é proibido mostrar as fotos do estado da Rampa de Lançamento ?

    ===---> por quê é proibido mostrar as fotos do estado do Foguete VS-40M, se é que Explodiu mesmo e se sobrou algumas pesas retorcidas e/ou queimadas , derretidas etc , mas nada foi mostrado como provas do acontecido, comam essa Farofa com Azeite de Dendê e diga que estão Satisfeitos com esse Engove de Laraca da FAB

    ResponderExcluir
  2. Mejora continua y pedir/comprar ayuda alemana.

    ResponderExcluir