segunda-feira, 16 de novembro de 2015

FINEP e AEB Anunciam Resultado Preliminar de Edital Para Setor Aeroespacial Brasileiro

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada dia (11/11) no site oficial da “Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)” destacando esta financiodora governamental e a nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB) anunciaram o resultado preliminar de Edital Para Setor Aeroespacial Brasileiro.

Duda Falcão

Notícias

FINEP e AEB Anunciam Resultado Preliminar
de Edital Para Setor Aeroespacial Brasileiro

Publicado em 11 Novembro 2015


A FINEP e a Agência Espacial Brasileira (AEB) acabam de divulgar o resultado preliminar da chamada pública voltada para o setor aeroespacial, no valor de R$ 53 milhões. Com recursos de subvenção econômica, o edital abre a possibilidade de transferência tecnológica para que empresas nacionais participem cada vez mais do desenvolvimento de satélites no País. A iniciativa estava prevista no Acordo de Transferência de Tecnologia Espacial firmado entre a AEB e a empresa Thales Alenia Space, no âmbito do Decreto 7.769, de 28 de junho de 2012.

O edital contemplou os seguintes tópicos: (1) Subsistema de Propulsão – até R$ 11 milhões; (2) Subsistema de Potência e Painéis Solares – até R$ 5 milhões; (3) Subsistema de Controle Térmico: Engenharia de Sistemas e Qualificação de Interfaces – até R$ 2,2 milhões; (4) Tecnologia de cargas úteis ópticas de observação: Pacotes de trabalho 1 e 2 – até R$ 30 milhões; (5) Estruturas mecânicas para cargas úteis de observação da Terra à base de fibra de carbono – até R$ 4 milhões; (6) Tecnologia de componentes FPGA e ASIC para aplicações embarcadas – até R$ 800 mil.

A FINEP recebeu, ao todo, 20 propostas. Nessa etapa preliminar, foram classificadas sete empresas, em cinco dos seis tópicos para os quais a financiadora, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), destinará recursos. Não houve empresas classificadas no tópico 4. As escolhidas foram: Fibraforte Engenharia Indústria e Comércio; Orbital Engenharia; Equatorial Sistemas; CENIC Engenharia Indústria e Comércio; AKAER Engenharia; AEL Sistemas; e Bradar Indústria.

Na seleção, foram levadas em consideração características como histórico de projetos, capacidade técnica da equipe, infraestrutura adequada e montagem do plano de trabalho.  As empresas que não se enquadraram nos critérios mínimos poderão apresentar recurso até o dia 20 de novembro. O resultado definitivo será divulgado no dia 30.


Fonte: Site da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)

Comentário: Bom leitor, dias atrás recebemos uma informação de que este edital foi conduzido de forma irregular, mas como o autor da denúncia queria fazê-la de forma anônima (coisa que não concordarmos e repudiamos) resolvemos não publicar do que se tratava, apesar de achar que diante do que está acontecendo nos bastidores deste desgoverno desastroso, estúpido e corrupto, não é nada impossível que esta denuncia tenha algum fundamento, porém não podemos afirmar isto, afinal sem provas concretas, este não é o procedimento correto. Entretanto, a participação de empresas estrangeiras neste edital, como por exemplo, a AEL Sistemas e a Equatorial Sistemas, em nossa opinião por si só já é um crime contra a patrimônio tecnológico brasileiro.

Um comentário:

  1. Prezado Duda, Pq será que eu não me espanto com os nomes de tais empresas citadas?
    Parece que os amigos empresários estavam a tempo rondando Brasília (leia-se AEB) na busca de novos projetos e de repente ... tchan tchan ... esse edital saiu da cartola. Coincidência!!! ... dizem que não existem coincidências neste mundo de meu Deus. Vai saber o que se conversa por detrás daquelas paredes. Queria ser uma mosquinha para saber .... saber não .... ter certeza! hahaha.

    ResponderExcluir