quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Diretor do INPE Anuncia Início do Ciclo de Validação do Novo Plano Diretor

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (29/10) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), destacando que o Diretor do INPE, Dr. Leonel Fernando Perondi, anunciou o início do ciclo de validação do novo Plano Diretor do Instituto.

Duda Falcão

Diretor do INPE Anuncia Início do Ciclo
de Validação do Novo Plano Diretor

Quinta-feira, 29 de Outubro de 2015

Impossibilitado de comparecer à solenidade comemorativa do 45º aniversário do INPE de Cachoeira Paulista, no dia 27 de outubro, o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Leonel Fernando Perondi, enviou discurso que foi lido pelo pesquisador José Humberto Andrade Sobral.


A reprogramação das metas do INPE, em curso nos últimos três anos, foi um dos pontos abordados no discurso. Segundo Perondi, dois eventos ocorridos em 2013 tiveram papel essencial nessa reprogramação. O primeiro ocorreu a partir de agosto, quando a Justiça Federal determinou a suspensão de 111 contratos temporários, de um total de 126 contratações temporárias efetuadas por concurso público em 2010, por considerá-las não aderentes à legislação. Em novembro, Ministério Público Federal (MPF), autor da ação, aceitou o argumento de que o cumprimento imediato da sentença acarretaria prejuízos significativos à atuação do INPE, o que propiciou a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) pelo Instituto, pela Procuradoria Regional da União e pelo MPF. O TAC previa a regularização da situação das contratações temporárias até fevereiro de 2015, por meio de novo concurso público para a contratação de servidores públicos estáveis.

O cumprimento, pelo INPE, de todas as metas relativas ao TAC, resultou em 85 novas contratações. “Esse trabalho, com duração de quase dois anos, tem exigido um grande esforço da instituição. Seu resultado, porém, representa inestimável avanço para o INPE, pois corrige anomalias existentes há várias décadas, como no caso do CPTEC, por exemplo, que de 1994, ano de sua instituição, até 2010, teve grande parte de seu quadro contratado como funcionários terceirizados, e de 2010 até o início de 2015 como servidores temporários, com a perspectiva, agora, de contar, finalmente, com um quadro de servidores estáveis”, afirmou Perondi.

O segundo evento com grande impacto nas atividades de 2014 e reflexos em 2015 foi a perda do satélite CBERS-3, em dezembro de 2013, devido a falha do veículo lançador. Após avaliação de viabilidade, as partes brasileira e chinesa responsáveis pelo Programa CBERS concluíram que seria possível agendar o lançamento do CBERS-4 para dezembro de 2014, antecipando em um ano o cronograma anterior, que previa o lançamento do satélite para o final de 2015. O lançamento foi efetuado com pleno êxito em 7 de dezembro de 2014. “O cumprimento dessa meta exigiu grande esforço do Instituto e representa inestimável avanço, tanto para o INPE quanto para o programa espacial brasileiro”, reconheceu o diretor. “Apesar de todas as dificuldades advindas da exiguidade de quadros e do contingenciamento de recursos, o Instituto vem dando mostras de vigor e de capacidade de se reconfigurar para o atingimento de suas metas – uma clara demonstração de que as equipes atuais, seguindo a tradição de nossos antecessores, continua prestando grande dedicação à instituição e ao cumprimento da missão do INPE no desenvolvimento do país”.

Vista aérea do INPE de Cachoeira Paulista.


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário