sexta-feira, 16 de outubro de 2015

AEB Leva Nanosatélite Para a Semana Nacional de Ciência Tecnologia

Olá leitor

Segue abaixo uma notícia postada hoje (16/10) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que a agencia leva o modelo de engenharia do Nanosatélite SERPENS e maquete do  Centro Vocacional Tecnológico Espacial (CVT), como as principais atrações da AEB para a Semana Nacional de Ciência Tecnologia (SNCT).

Duda Falcão

AEB Leva Nanossatélite Para a
Semana Nacional de Ciência Tecnologia

Coordenação de Comunicação Social


Brasília, 16 de outubro de 2015 – O modelo de engenharia do SERPENS, o primeiro cubsat nacional do Projeto Sistema Espacial para Realização de Pesquisas e Experimentos com Nanossatélites, e a maquete do Centro Vocacional Tecnológico Espacial (CVT), que será instalado no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), em Natal (RN), são as principais atrações que a Agência Espacial Brasileira (AEB) apresenta aos visitantes da 12ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que este ano começa na segunda-feira (19) e vai até domingo (25), no Parque da Cidade, em Brasília (DF).

Outra novidade que a AEB oferece ao público é o planetário móvel. Ele simula o céu noturno em uma projeção parecida com cinema 3D. No planetário serão exibidos filmes sobre Astronomia, estudos e observações de objetos celestes como estrelas, planetas, galáxias, satélites, cometas, eclipses, entre outros assuntos voltados para o espaço.

No espaço da AEB o público também encontra exposições, oficinas e minicursos. Estas atividades têm a finalidade de repassar habilidades para se trabalhar com conteúdo de ciência e tecnologia relacionado com a área espacial. São oferecidos cursos de conceitos sobre Astronomia e Astronáutica e de Satélites e Sensoriamento Remoto, que objetivam apresentar os principais satélites desenvolvidos e suas aplicações.

As oficinas Construindo e Lançando Foguetes de garrafa pet e Robótica Sonda Jaci II, robô controlado via WIFI, ocorrem ao longo da semana e buscam ensinar a prática de experimentos que associem os conceitos teóricos da área espacial para a elaboração de atividades pedagógicas que facilitam o aprendizado científico.

Dobraduras - Os minicursos e as oficinas serão ministrados por docentes do Programa AEB Escola e por professores da rede pública de ensino do Distrito Federal (DF). Para os visitantes serão disponibilizados materiais informativos e dobraduras de satélites como o SERPENS, Satélite de Coletas de Dados (SCD) e do Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres (CBRES), além da exposição de Mock ups, réplicas das roupas usadas pelo astronauta, Marcos Pontes, em sua ida ao espaço, no tamanho adulto e infantil.

Outra atração é a exposição de Estações Meteorológicas Didáticas, projeto do professor de matemática da Secretaria de Educação do DF, Jaime Antunes, também colaborador do AEB Escola.

Nesta edição, a Semana tem como tema central “Luz, Ciência e Vida”. A escolha se deve ao fato de a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) ter proclamado 2015 como o Ano Internacional da Luz e das Tecnologias.

A SNCT é realizada anualmente, sob a coordenação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com a participação de ministérios, universidades, institutos de pesquisa, fundações de apoio e institutos de pesquisa, instituições de ensino, museus, instituições privadas, além de secretarias estaduais e municipais. Sua proposta é mobilizar a população em torno da importância da área de Ciência e da Tecnologia.

As atividades ocorrem em todo o país e são gratuitas. Pode participar qualquer pessoa interessada em ciência e tecnologia. A programação organizada em cada cidade está disponível no endereço: http://semanact.mcti.gov.br/web/guest

Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Ora leitor não obstante a importância do SERPENS e do Projeto CVT, o simples fato deles serem considerados as principais atrações da agencia durante SNCT (o PEB tem 54 anos de atividades gente e esta instituição de brinquedo vem atuando desde 1994) é uma clara demonstração de que há algo de muito errado na condução desta fantasia, inacreditável, mas enfim... é como eu sempre digo: "Quem planta, colhe".

Nenhum comentário:

Postar um comentário