quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Foguete de Grupo da UFPR Estabelece Novo Recorde Brasileiro

Olá leitor!

Informo que o Grupo de Foguetes Carl Sagan (GFCS) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) estabeleceu dia 30 de agosto do presente ano, com o Minifoguete LAE-51, o primeiro recorde brasileiro para motor da classe 1/4ª (35 metros de apogeu). O grupo já havia feito alguns lançamentos de minifoguetes com motores desta classe, mas sem nunca ter utilizado um altímetro de bordo.

Vale dizer leitor que o recorde atual da National Association of Rocketry (NAR), dos Estados Unidos, para foguetes desta classe, utilizando altímetro de bordo, é de 62 metros, ou seja, estamos ainda bem longe dos americanos.

Porém este é um dos desafios a serem vencidos por você espacomodelista brasileiro, afinal como bem dizia Geraldo Vandré no final da década de 60 do século passado na música “Para Não dizer Que Não Falei das Flores”: Vem vamos embora, que esperar não é saber, quem sabe faz a hora, não espera acontecerhttps://www.youtube.com/watch?v=6oGlRrJLiiY.

Para tanto você terá esta oportunidade, já que o “III Festival de Minifoguetes de Curitiba”, a ser realizado em 2016, terá esta classe de minifoguetes com motor 1/4ª (com impulso total entre 0,31 e 0,62 N.s.) como parte da competição. Caberá a você espaçomodelista brasileiro mostrar a nossa própria sociedade e ao mundo que o verdadeiro brasileiro aceita desafios e não foge a luta.

Vale lembrar também que o “Festival de Minifoguetes de Curitiba” é uma competição aberta para grupos amadores e universitários de todas as idades e a partir desta edição de 2016 aberta também aos irmãos (hermanos, brothers) de todos os países das Américas.  Boa sorte a todos vocês.

Duda Falcão

Características Principais do Minifoguete LAE-51

Motor de fogos de artifício, do tipo "laser com vara prata", do fabricante Fogos Imperial, com impulso total médio de 0,41 N.s, empuxo médio de 0,19 N, e tempo de queima médio de 2,34 s;
Altímetro: do tipo micropeak;
Sistema de Recuperação: sem;
Comprimento: 111 mm;
Diâmetro Máximo: 17,0 mm; e
Massa de Lançamento: 8,33 g

Fotos

O MF LAE-51 na rampa de lançamento.
O MF LAE-51 decolando.
O MF LAE-51 no local da sua queda.


Fonte: Blog Foguete UFPR  - http://fogueteufpr.blogspot.com.br

2 comentários:

  1. Quando eu era garoto, meus 10, 11 anos, eu fazia foguetes bem parecidos, retirava a pólvora dos cartuchos do famoso buscapé, e refazia em um cartucho único, também encaixava e colava as quatro aletas a 90ª uma da outra, na base da carenagem do foguete, que era feito de papelão. Mas não precisei fazer uma faculdade para isso. Meu pai vendo que era perigoso, comprou um foguete acionado a água pressurizada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sr. José Villardi!

      O espaçomodelismo é um meio de divulgação da cultura espacial em qualquer país do mundo e aprender a participar disto de forma segura deve ser um dos objetivos de seus participantes, independentemente do estágio da tecnologia empregada. Só assim poderá atrair a atenção e o desejo da participação de pessoas de todas idades e de todas as áreas, divulgando e difundido assim o amor pela cultura espacial e a compreensão da sua extrema necessidade para as sociedades modernas.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir