sábado, 22 de agosto de 2015

Um dos Sonhos, o Pesadelo e Outras do PEB

Olá leitor!

Após mais de quatro anos de promessas e de fantasias propagadas pela mídia por este desastroso governo de merda conheçam:

UM DOS SONHOS


O PESADELO


A DECEPÇÃO


O OMISSO


O CONIVENTE MENTIROSO


Pois é caro leitor e o resultado hoje evidentemente não poderia ser outro, sendo o nosso Programa Espacial atualmente peça de chacota em reuniões sociais (triste) e de propagação de fantasias por gente que não vale nada.

Duda Falcão

7 comentários:

  1. Olá,
    O que eu vou perguntar aqui não tem nada a ver com a matéria, mas o que aconteceu com a empresa Axis Aero? Eu lembro que ela tinha vários projetos, inclusive espaciais, mas já se vão mais de 3 anos e até agora nada. Seria ela mais um engodo como foi spaceMETA? Por que eu estou perguntando isso? Porque se já não bastasse o próprio governo, parece que o empresariado do Brasil também gosta de mentiras e dinheiro fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felipe!

      Só vi sua pergunta agora. Bom pelo visto a Axis Aero está tentando sobreviver como outras pequenas empresas do setor, se é que já não pereceu. Não creio que o caso da Axis seja o mesmo da SpaceMETA, creio que o caso dela é o mesmo das outras empresas do setor, ou seja, falta de apoio do governo, de vontade política, de comprometimento com o setor. A SpaceMETA é uma outra situação.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  2. Somos uma colônia, com um povo possivelmente condenado ao total desaparecimento. Nós não temos e nunca tivemos um projeto de país, nossos "desgovernantes" só darão prioridade as questões estratégicas do País quando formos surrupiados e invadidos por outros Países em um guerra não muito longínqua por recursos naturais.

    ResponderExcluir
  3. Prezado Duda

    Parabéns pela iniciativa contínua de denunciar o teatro de horrores que temos no ridículo programa espacial brasileiro! Mas gostaria de adicionar que os diretores, dirigentes de alto e médio escalão são tão ou mais culpados e/ou responsáveis pela situação. Afinal, muitos estão aí muito mais tempo que as pessoas que você citou e ficam calados, aproveitando-se da situação para o bem próprio.

    Nossas instituições poderiam produzir mais, serem mais eficientes, pois nem tudo se encaixa na desculpa de não há verbas suficientes. Há dinheiro sim, mas ele é usado para viagens, privilégios pessoais, oba oba, ....

    Quem fiscaliza a produção do INPE, DCTA? Quais as metas destas instituições? De uma maneira geral, a falta de dinheiro adia as coisas, mas não impede resultados, certo?

    A lista de procurados precisa aumentar! Estes estão aí por uns 5 anos, mas o problema existe desde 1995, pelo menos, quando ruiu a MECB e prevaleceu a politicagem de nossos dirigentes, que se contentam e nos enganam em dizer que o CBERS é brasileiro e que é de excelência! Enquanto isto, Argentina (isto mesmo que está escrito), vai ....

    E não se enganem: a Visiona será outro imbróglio, assim como foi a ACS!
    O estado está pondo dinheiro lá e pagando estadias de luxo para alguns (muitos são os mesmos que estiveram mamando no PEB estatal) e isto não trará nada de retorno ao país!

    De qualquer forma, parabéns pela iniciativa!
    Seria bom mesmo, uma investigação policial em cima destas pessoas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Anônimo!

      Perdoe-me, mas não posso concordar com a sua avaliação, não que ela não seja verdadeira num contexto geral, não é isso, mas porque você se esquece de que o PEB é um programa governamental, e o que acontece nos níveis baixos de gestão ou de execução (seja de negativo ou positivo) é consequência das ações de seu comando central, o seja, se ele é presente e comprometido em todos os níveis, os resultados são positivos, se não, distorções e resultados negativos como os apontados por você tornando-se parte do dia-a-dia do setor como um todo, especialmente num país onde não existe a compreensão de cidadania, É aquela coisa, um barco sem capitão, vira um barco sem rumo e a máxima passa a ser cada um por si. Em outras palavras caro anônimo, não é assim que se constroe uma nação, muito menos um programa tão complexo como um Programa Espacial.

      Já quanto as suas outras colocações, concordo contigo em gênero, número e grau.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  4. http://www.defesanet.com.br/br_usa/noticia/20120/Brasil-deve-fechar-parceria-integral-no-setor-espacial-com-os-EUA/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale Anônimo!

      Já postei o artigo no Blog.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir