segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Estudantes de Universidades do Vale do Paraíba Apresentaram Pesquisas no XI ENIC do IAE

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (10/08) no site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), destacando que estudantes de Universidades do Vale do Paraíba apresentaram pesquisas no XI Encontro de Iniciação Científica do IAE (XI ENIC).

Duda Falcão

Estudantes de Universidades do Vale do Paraíba
Apresentam Pesquisas no XI ENIC


Apresentar as pesquisas realizadas em uma instituição reconhecida e sob orientação de pesquisadores experientes. Esse é o papel que estudantes de várias Universidades do Vale do Paraíba desempenharam ontem, 06/08, no XI Encontro de Iniciação Científica do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) do DCTA.

Em sua décima primeira edição, o evento é uma oportunidade de alunos trocarem ideias com profissionais e pesquisadores na sua área de competência e apresentarem as pesquisas que vêm realizando no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Instituto de Aeronáutica e Espaço, apoiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (PIBIC/IAE/CNPq). O Programa traz para dentro do IAE alunos ainda em formação, que entram em contato com uma realidade que não conseguem ver na faculdade.

A acadêmica de Engenharia Aeroespacial da Universidade Federal do ABC (UFABC) Niara Lngow participou do ENIC em 2013, e em 2015 retorna ao evento:  “Em 2012 ingressei no Programa de Iniciação Científica do IAE, onde iniciei minhas pesquisas sobre Propulsão Aeroespacial. No ano seguinte já participei do ENIC. Todo esse processo foi fundamental para as conquistas que tive posteriormente”.

Em 2013 Niara foi selecionada para o Programa Ciência sem Fronteiras do governo federal. Estudou na University of Central Florida, em Orlando, EUA, e na University of Alabama, onde realizou experimentos com motor-foguete no Laboratório de Propulsão. Depois, fez estágio na Boeing, em Seatle. De volta ao Brasil, a estudante retomou suas atividades no IAE e apresentou resultados no XI ENIC: “O conhecimento mais aprofundado em propulsão de foguete eu obtive no Programa de Iniciação Científica do IAE, com a colaboração dos pesquisadores, tecnologistas e colegas”, disse Niara.

49 pesquisas foram apresentadas no XI ENIC. Os Relatórios Técnico-científicos são avaliados por uma comissão que identifica os trabalhos destaque através de critérios como mérito científico e aplicabilidade. Os trabalhos escolhidos são submetidos a uma avaliação nacional, que elege os melhores e os premia com o Prêmio Destaque de Iniciação Científica do CNPq. Na abertura do evento, no dia de ontem, foram premiados o aluno André Tadao Siqueira Kobaiashi e o Professor Luiz Claudio Pardini pelo trabalho destaque de Iniciação Científica do XI ENIC "Base B em compósito".

Sobre o PIBIC

O PBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica) foi criado no IAE em 2004 e tem a participação efetiva de uma grande parcela dos servidores do Instituto, de modo que tem contribuído para a formação de alunos de graduação no desenvolvimento de tecnologias aeroespaciais com participação em importantes projetos desenvolvidos pelo Instituto.

A política de iniciação científica do IAE abrange os seguintes esforços:

- Criação de um ambiente propício à iniciação científica;

- Valorização de alunos e orientadores;

- Estabelecimento de contatos e intercâmbios com outras instituições para estimular a iniciação científica;

- Estímulo ao envolvimento de todos os setores de pesquisa, desenvolvimento e inovação do IAE na iniciação científica.


Fonte: Site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário