terça-feira, 25 de agosto de 2015

Espaçonauta Brasileiro Participará Hoje na Rússia de Treinamento Que Simula Ambiente de Microgravidade

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota da postada hoje (25/08) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), informando que o jovem espaçonauta brasileiro Pedro Nehme encontra-se na Base Aérea de Chkalovsky, na Rússia onde hoje para participará de treinamento que simula o Ambiente em Microgravidade.

Duda Falcão

Estudante Passa por Treinamento
em Ambiente de Microgravidade

Coordenação de Comunicação Social

Foto: Divulgação/AEB
O bolsista da AEB, Pedro Nehme, antes de embarcar no avião Ilyushin
76 MDK para treinamento que simula ambiente em microgravidade.

Brasília, 25 de agosto de 2015 - O estudante de engenharia e bolsista da Agência Espacial Brasileira (AEB), Pedro Nehme, está na base aérea de Chkalovsky, na Rússia, para participa hoje (25), de treinamento que simula o ambiente em microgravidade, conhecido também como voo zero-G. Ontem (24), Nehme passou por avaliação médica e se reuniu com a equipe que realizará o voo.

O treinamento faz parte da preparação necessária para o voo suborbital que será realizado a bordo de um veículo espacial norte-americano. Nehme experimenta pela primeira vez a sensação de estar em zero-G e os efeitos fisiológicos dessa condição em seu corpo.

O voo será abordo do avião Ilyushin 76MDK do Gagarin Cosmonaut Training Center (GCTC), que executará 12 manobras em formato de parábolas. Cada manobra dura de 20 a 25 segundos em ambiente de microgravidade. Esse treinamento é o modo que mais se aproxima das condições reais enfrentadas no ambiente de zero-G.

Nessa ocasião também será testado um dispositivo eletrônico, que foi mostrado aos estudantes da Escola Municipal Povoado de São Jorge (GO), na atividade educacional promovida na terça-feira (18). Esse dispositivo é composto por sensores e LEDs, que acendem indicando a situação de microgravidade. O experimento educacional objetiva demonstrar aos estudantes a dinâmica de forças durante o voo zero-G.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário