sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Comandante da FAB Apresenta o PESE em Comissão do Senado

Olá leitor!

Trago agora para você o vídeo produzido pela TV Senado da participação do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, na já citada Audiência Pública realizada em Brasília dia 13/08/2015 pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado.

Neste vídeo de pouco mais de dez minutos que foi editado pelo Blog para só conter a parte da apresentação do Ten. Brig. Rossato que nos interessa, ou seja, informações sobre o PESE (Programa Estratégico de Sistemas Espaciais), fica claro quais são as reais intenções do Comando da Aeronáutica (COMAER) com este novo Programa PESE, e se você leitor for um bom entendedor, já no inicio do vídeo chegará à mesma conclusão que chegamos.


Vale lembrar que até então acreditávamos que os investimentos nas atividades espaciais sob a responsabilidade da Aeronáutica, ou seja, aquelas realizadas no DCTA/IAE e nos centros de lançamentos brasileiros, eram provenientes de recursos liberados tanto pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), bem como também do Ministério da Defesa (MD).

Entretanto, como você mesmo poderá observar neste vídeo, segundo o Comandante da Aeronáutica na realidade o COMAER é apenas responsável pela execução das atividades e operacionalização dos centros, sendo o MCTI o órgão responsável pelo fornecimento dos recursos financeiros. Em resumo, o MD não coloca dinheiro nenhum no programa.

Diante disto e dos já conhecidos problemas que afligem há mais de duas décadas o PEB, mesmo reconhecendo que a falta de recursos é apenas um dos tantos que existem, não há como negar que se o MCTI não liberar verbas para o programa, resta ao Sr. Braga Coelho sair inventado na mídia fantasias como de costume, para assim se segurar no emprego agradando com confetes a “Ogra” debiloide. Há, e é claro, ser agraciado com passeios pelo mundo à custa do erário publico.

Vale dizer que apesar da iniciativa do COMAER me parecer louvável e até inteligente, mesmo que seja implantada dando um fim nessa mentira intitulada de “Plano Nacional de Atividades Espaciais (PNAE)”, pouco mudará, pois o poder decisório continuará na mão de pessoas que não tem o menor interesse no real desenvolvimento do país, e muito menos no desenvolvimento de um programa extremamente caro, que não gera voto e consequentemente não pode ser utilizado para sustentação do populismo, extremamente necessário para os interesses nefastos desses grupos políticos, que infestam o poder público em todos os níveis deste País de Piratas.

Caso o leitor queira ver o vídeo na íntegra da apresentação do Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato clique aqui.

Duda Falcão

Um comentário:

  1. Enquanto a PF, o MPF e a CGU não caírem de pau em cima destes indivíduos e algumas instituições que são usadas, nada irá mudar! Dinheiro e tempo jogados fora, mantendo o país no atraso e na dependência tecnológica, apenas um grande exportador de matérias primas e bundas! Esta situação já é, há muito tempo, uma questão de polícia. E não esperem que políticos resolvam algo, pois estes são o câncer deste país!
    A maioria dos dirigentes de nossas instituições já são políticos: baba-ovos, sem compromissos, a não ser pintar o mundo de rosa, sem nenhum resultado palpável que não seja o seu discurso, oratória de pura safadeza! As instituições estão tomadas por chupins!
    Onde estão a meritocracia e a produtividade em nossas instituições?
    Mais uma vez, é preciso acionar PF, MPF e CGU.

    ResponderExcluir