sexta-feira, 3 de julho de 2015

Acordo Garante Acesso a Dados de Missões da NASA nas Áreas de Clima Espacial e Heliofísica

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (03/07) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), destacando que acordo garante acesso a dados de Missões da NASA nas Áreas de Clima Espacial e Heliofísica.

Duda Falcão

Acordo Garante Acesso a Dados de Missões da
NASA nas Áreas de Clima Espacial e Heliofísica

Sexta-feira, 03 de Julho de 2015

Acordo nas áreas de clima espacial e de heliofísica, que estuda a ciência  do Sol, firmado nesta semana pelo Brasil e Estados Unidos, garante ao País o acesso a dados da missão Van Allen Probes, da National Aeronautics and Space Administration (NASA). Também permite a participação brasileira em projetos e pesquisas sobre os impactos do Sol no ambiente espacial da Terra, como a missão Magnetospheric Multiscale Satellites (MMS).

O acordo foi assinado pelo presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), José Raimundo Braga Coelho, e pelo administrador da NASA, Charles Bolden, na terça-feira (30/6), em Washington, durante a visita da comitiva da presidente Dilma Rousseff aos Estados Unidos. As agências também acertaram cooperações na área de educação.

Com a formalização do acordo, dados em tempo real da missão Van Allen Probes serão recebidos pela estação de Alcântara, no Maranhão, operada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). As informações são importantes, por exemplo, nosestudos sobre a Anomalia Magnética do Atlântico Sul (AMAS), fenômeno da ionosfera localizado acima da região Sudeste capaz de provocar danos a satélites.

A Van Allen Probes é composta por dois satélites que fornecem medidas de partículas energéticas dos cinturões de radiação da Terra, que durante tempestades geomagnéticas se intensificam e danificam a eletrônica de satélites a até de quatro a cinco raios terrestres de distância. A informação ajudará a minimizar os danos”, explica o pesquisador Walter Gonzalez, do INPE.

Já a missão MMS é composta por quatro satélites para o estudo de campos e partículas da magnetosfera terrestre, principalmente relacionadas com o fenômeno de reconexão magnética, que é responsável pela ocorrência das tempestades geomagnéticas.

As tempestades geomagnéticas são causadas pela emissão de partículas muito energéticas e campos magnéticos muito intensos emitidos pelo Sol que atravessam o meio interplanetário e interagem com o campo geomagnético da Terra.

Na Coordenação de Ciências Espaciais e Atmosféricas (CEA) do INPE, os estudos relacionados aos dados obtidos pelas missões Van Allen Probes e MMS são liderados pelos pesquisadores Walter Gonzalez, do Programa de Heliofísica, e Livia Ribeiro Alves, do Programa de Clima Espacial.


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário