segunda-feira, 18 de maio de 2015

Observatório Nacional (ON) Lança Software de Astronomia

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (18/05) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que o Observatório Nacional (ON) lançou Software de Astronomia.

Duda Falcão

Observatório Nacional Lança
Software de Astronomia

ON


Brasília, 18 de maio de 2015 – O Observatório Nacional (ON), do Rio de Janeiro, protocolou a semana passada um pedido de registro de software junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Trata-se do “Astro – Um conjunto de ferramentas de Astronomia”, criado pela Divisão de Atividades Educacionais do ON, que tem por objetivo desenvolver, organizar e disponibilizar um conjunto de sub-rotinas a todos os interessados em Astronomia.

Desenvolvido com ferramentas modernas para tornar sua funcionalidade amigável e intuitiva a partir de um website, o Astro tem aplicativos para os diversos dispositivos móveis que operam com o sistema Android ou iOS.

Utilizando o software, o público pode aprender os conceitos, simular e experimentar novos parâmetros para testar seus conhecimentos. Para facilitar a sua compreensão, oferece uma visualização em 3D e textos explicativos com uma linguagem simples e objetiva.

Precisão - Além de fazer as transformações entre os Sistemas de Coordenadas, comumente usados em Astronomia, o programa permite conhecer, em qualquer ponto do nosso planeta, o instante exato do nascer, passagem meridiana e ocaso do Sol. Com o software, também é possível determinar as fases da Lua para as coordenadas geográficas do observador, com a visualização do nascer e ocaso e prever os eclipses solar e lunar.

O Astro permite aos usuários experimentar ângulos bem diferentes para visualizar a Obliquidade da Eclíptica, fazendo com que, por exemplo, ele reflita como e quantas seriam as estações do ano na Terra.

A primeira versão do pacote “Astro – Programas Básicos de Astronomia” foi lançada em 1987, mas objetivava desenvolver as sub-rotinas de modo a auxiliar e minimizar o tempo de pesquisadores e alunos.

O programa está disponível no endereço: http://daed.on.br/astro


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário