quinta-feira, 7 de maio de 2015

Nanosatélite SERPENS Tem Lançamento Marcado para Outubro

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (07/05) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que o Nanosatélite SERPENS tem seu lançamento marcado para Outubro.

Duda Falcão

Nanossatélite SERPENS Tem
Lançamento Marcado para Outubro

Coordenação de Comunicação Social-AEB

Foto: Divulgação/AEB
O Serpens quando em fase de integração e testes no LIT.

Brasília, 7 de maio de 2015 O satélite de pequeno porte Serpens – sigla para Sistema Espacial para Realização de Pesquisa e Experimentos com Nanossatélites – está programado para ser lançado da Estação Espacial Internacional (ISS) em outubro próximo.

O consórcio acadêmico coordenado pela Agência Espacial Brasileira (AEB) e que é responsável pelo desenvolvimento do CubSat recebeu nesta quarta-feira (6) o relatório de aprovação do projeto elaborado pela Agência Espacial Japonesa (JAXA), após examinar os testes elétricos adicionais que foram solicitados quando da aprovação da Revisão de Segurança do Projeto (SAR, na sigla em inglês), feita em abril no Japão.

Os testes adicionais também foram realizados no Laboratório de Integração e Testes (LIT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP), onde o nanossatélite foi integrado e testado a partir de fevereiro último.

Participaram dessas atividades uma equipe de estudantes das Universidades de Brasília (UnB) e de Vigo da Espanha, com a participação e acompanhamento de técnicos e engenheiros do INPE e estudantes do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que participaram do projeto e desenvolvimento do ITASat.

Os testes adicionais foram solicitados em função de que o satélite será lançado de um veículo espacial com tripulação exigindo-se para esses casos quesitos mais rigorosos de segurança.

Sequência - O Serpens será transportado para a JAXA no próximo mês de julho seguindo em agosto para a ISS. Ele é o terceiro CubSat nacional a ser colocado no espaço, sendo o segundo a ser lançado do laboratório espacial. O primeiro foi o AESP-14, desenvolvido em parceria entre o ITA e o INPE.

Em órbita, o pequeno satélite testará conceitos simples do uso CubeSat para o recebimento, armazenamento e retransmissão de mensagens por sistema de rádio. A proposta é ilustrar que no futuro pequenos satélites podem ser usados para agregar funcionalidade ao sistema de coleta de dados ambientais no país.

O principal objetivo do projeto Serpens é a capacitação de recursos humanos e a consolidação dos novos cursos de engenharia espacial brasileiros. Participam também do projeto as universidades federais do ABC (UFABC), de Santa Catarina (UFSC), de Minas Gerais (UFMG) e o Instituto Federal Fluminense (IFF).

Do exterior, além da universidade espanhola estão no projeto a Sapienza Università di Roma (Itália) e as norte-americanas Morehead State University e California State Polytechnic University.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Mais uma sequência de erros dessa CCS da AEB, mas enfim... Falando do projeto SERPENS, apesar do mesmo ser discutível e ter passado por vários erros de coordenação, o Blog BRAZILIAN SPACE ficará na torcida para que tudo ocorra dentro do esperado, já que os estudantes que participaram deste projeto não têm culpa pelos erros cometidos em sua elaboração e coordenação, e graças ao esforço deles é que este satélite caminha para ser finalmente lançado ao espaço. Afinal vale dizer também que são nas adversidades que o ser humano tem a oportunidade de aprender e amadurecer, não existindo melhor escola do que a Escola da Vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário