segunda-feira, 13 de abril de 2015

Instituto de Medicina Aeroespacial da FAB Treina Estudante Brasileiro Que Ganhou Viagem ao Espaço

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (12/04) no site da Força Aérea Brasileira (FAB), destacando que Instituto de Medicina Aeroespacial (IMAE) da FAB treinou Estudante Brasileiro que ganhou viagem ao Espaço.

Duda Falcão

ESPAÇO

Instituto de Medicina Aeroespacial Treina
Estudante Brasileiro Que Ganhou Viagem

Pedro Nehme é o segundo brasileiro a voar até o espaço

COMUNICAÇÃO SOCIAL DO IMAE
Publicado: 12/04/2015 - 12:00h


O Instituto de Medicina Aeroespacial Brigadeiro Médico Roberto Teixeira (IMAE) realizou, no dia 01 de abril, o treinamento fisiológico do estudante Pedro Henrique Dória Nehme que ganhou, por meio de concurso, uma viagem para o espaço. No IMAE, Pedro executou atividades no assento ejetável, na câmara de altitude e na cadeira de Barany. “O objetivo foi capacitá-lo para os treinamentos que ele tem que realizar na sua preparação para a viagem espacial”, explica a Chefe da Subdivisão de Fisiologia Aeroespacial do IMAE, Capitão Monica Barreto Santos.

No assento ejetável, a pessoa pode ser alçada a uma altura de até três metros, impulsionada por uma pressão de nitrogênio. O impacto corresponde, em média, a cinco vezes a força da gravidade. O objetivo é abandonar uma aeronave em caso de pane protegendo, principalmente, a coluna vertebral.

Já na câmara de altitude, o treinamento é realizado para que a pessoa reconheça os sintomas que podem denunciar baixo teor de oxigênio no sangue, como visão alterada e tremores, e adote os procedimentos corretos. Nela são simuladas as condições de um voo com altitudes que atingem até 8,5 mil metros e é exercitada, também, uma situação de descompressão rápida.

E na cadeira de Barany são realizados exercícios que reproduzem as sensações quando o tripulante é vítima de desorientação espacial.

“Eu fiquei um pouco ansioso porque não tinha noção de como seria. Foi sensacional e contribuiu muito para o meu treinamento. Agradeço a todos da Aeronáutica por terem possibilitado essa experiência", disse.


O estudante, ainda, vai participar de um voo em uma aeronave de caça da Força Aérea Brasileira como parte da preparação para a viagem.

Concurso

Pedro Nehme tem 23 anos e é aluno de Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília (UnB). O concurso da companhia aérea holandesa KLM consistia em acertar a altitude exata em que um balão cheio de hidrogênio, liberado da Terra, explodiria. Pedro concorreu com 129 mil pessoas de todo o mundo e solucionou o problema ao responder 31 quilômetros.

Além dos exercícios no IMAE, ele já realizou treinamento no Nastal Center, na Pensilvânia, onde teve aulas sobre ambiente espacial, veículos espaciais, efeitos fisiológicos e psicológicos, aceleração e atuação de diferentes tipos de forças no organismo.


O voo espacial suborbital vai ser realizado na nave Lynx Mark II, da empresa XCOR Aeroespace. A duração prevista é de uma hora, mas lá em cima serão só cinco minutos. Por enquanto, a viagem ainda não está agendada, mas a previsão é que aconteça até o final deste ano. O estudante será o segundo brasileiro a voar até o espaço; o primeiro foi o astronauta militar Marcos Pontes, em 2006.  "Eu estou tentando aproveitar toda essa experiência da melhor forma possível para que a viagem ocorra de maneira adequada", concluiu.


Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB) - http://www.fab.mil.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário