sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Ministro Rebelo Recebe Visita de Antecessores

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (22/01) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que o novo ministro do MCTI, Aldo Rebelo, recebeu a visita de seus antecessores.

Duda Falcão

Ministro Rebelo Recebe Visita de Antecessores

MCTI

Foto: Divulgação/MCTI
Raupp (E) conversa com Rabelo no MCTI.

Brasília, 22 de janeiro de 2014 – O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, recebeu nesta semana, a visita de Marco Antonio Raupp, Roberto Amaral e Sergio Rezende, que também já ocuparam a pasta. Nos encontros, os antecessores falaram de suas experiências à frente do ministério e trataram sobre diversas questões relacionadas à área.

Raupp, que comandou o MCTI no período de janeiro de 2012 a março de 2013, esteve com Rebelo na segunda-feira (19). Eles conversaram assuntos variados envolvendo o desenvolvimento tecnológico no país. Entre os temas abordados estiteve iniciativas em andamento no Parque Tecnológico de São José dos Campos (PqTec-SJC), em São Paulo, do qual Raupp é diretor-geral.  “Foi uma reunião muito positiva”, definiu Raupp.

Também o ex-ministro Roberto Amaral, que se reuniu com Rebelo ontem (21), relatou alguns aspectos sobre a sua experiência no comando da pasta, de janeiro de 2003 a janeiro de 2004. Entre os temas pelos quais trocaram observações está o Programa Espacial Brasileiro.

A conversa com Sergio Rezende girou em torno do sistema de ciência e tecnologia, que, em sua opinião, deve ser visto de forma ampla, sem deixar de considerar programas estratégicos para o Brasil, como os das áreas nuclear, espacial e de luz síncrotron. “Temos muitas opiniões convergentes e o Aldo tem uma visão bastante ampla e aberta do sistema”, comentou Rezende, que conduziu a pasta entre julho de 2005 e dezembro de 2010.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Bom leitor na verdade não sei como essa visita pode de alguma forma contribuir positivamente, pelo menos em relação ao PEB. O primeiro ex-ministro citado foi demitido por falar demais criando na época grandes constrangimentos ao país em nível internacional (falta memória a este país), um debiloide irresponsável que além de tudo é o grande mentor (junto com o seu apoiador humorista) por este desatino chamado ACS. O segundo citado (o melhor deles) não posso negar de que em um contexto geral até que realizou uma gestão razoável enquanto estava no governo, mas pouco fez pelo PEB. E já o terceiro, bem leitor, prometia muito pelo seu histórico, mas se perdeu completamente transformando-se numa tremenda decepção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário